Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Educação
  3. Vida na Universidade
  4. Vestibular
  5. UFPR divulga como cotas serão preenchidas

Vestibular

UFPR divulga como cotas serão preenchidas

Instituição reservará 40% das vagas para cotistas -- 25% respeitarão a Lei das Cotas e 15% seguirão uma normativa interna

  • Jorge Olavo
 |
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) informou nesta sexta-feira (14), pela primeira vez, como será o sistema de cotas usado no próximo vestibular da instituição. Como nos anos anteriores, 40% das vagas serão reservadas a cotistas e o restante irá para a concorrência geral. O que muda é o porcentual destinado aos dois sistemas de inclusão adotados pela universidade: 25% seguirão as regras da Lei das Cotas e 15% serão regidos por uma resolução interna.

Sancionada em agosto de 2012 pela presidente Dilma Rousseff, a Lei 12.711 exige que, neste ano, as universidades federais destinem pelo menos 25% de suas vagas a estudantes que cursaram o ensino médio em escolas públicas. Esse total é repartido entre os candidatos conforme critérios referentes à renda familiar e à raça. Até 2016, metade das vagas ofertadas pelas instituições deverá ser preenchida por esse sistema.

Além disso, desde 2004, a UFPR segue a Resolução 1.707, que destina 40% das vagas a cotistas sociais e raciais. Diante das exigências da lei federal, os 15% restantes respeitarão a normativa interna, ou seja, metade dessas vagas será destinada a alunos que estudaram todo o ensino fundamental e médio em escola pública e a outra metade a pretos e pardos.

“Como não tivemos nenhuma manifestação do Cepe [Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão], mantivemos os dois sistemas. Para o ano que vem, é muito provável que os 40% sigam a lei federal”, afirma o coordenador do Núcleo de Concursos, Raul Von der Heyde.

Inscrições

De acordo com Heyde, o edital do próximo vestibular da UFPR deve ser lançado depois de 20 de julho e as inscrições ocorrerão entre agosto e setembro. Desta vez, os candidatos interessados a concorrer a algum sistema de cotas deverão especificar a sua opção já no ato da inscrição. Os vestibulandos poderão escolher entre a concorrência geral, a Lei das Cotas e o sistema de inclusão próprio da Federal.

Não tem como prever qual a alternativa mais vantajosa – e com maior chance de aprovação – para cada candidato. No entanto, quem opta pela lei federal e não conquista uma vaga reservada volta para a concorrência geral. No sistema interno da UFPR, candidatos a cotas não aprovados têm chance de garantir uma vaga nas chamadas complementares, em que todos os alunos disputam igualmente.

A data da primeira fase do vestibular está definida para o dia 3 de novembro. O calendário da segunda fase ainda não está certo, mas, provavelmente, as provas serão aplicadas em 1.º e 2 de dezembro.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE