053224

Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Política
  3. República
  4. Eleições 2018
  5. Na luta por votos, defesa da Lava Jato vira mantra de Marina Silva e Alvaro Dias

debate rede tv

Na luta por votos, defesa da Lava Jato vira mantra de Marina Silva e Alvaro Dias

Candidatos foram os únicos a mencionarem a operação logo na apresentação do programa desta sexta-feira (17)

  • Cecília Tümler
Marina Silva (à esq.) e Alvaro Dias | Montagem em fotos de NELSON ALMEIDA / AFP
Marina Silva (à esq.) e Alvaro Dias Montagem em fotos de NELSON ALMEIDA / AFP
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Com popularidade inegável no país, a Operação Lava Jato e seus desdobramentos foram mencionados com destaque no discurso de dois candidatos à Presidência, no debate da Rede TV , na noite desta sexta-feira (17). Tanto Alvaro Dias (Podemos), quanto Marina Silva (Rede), usaram o combate à corrupção como palanque e foram os únicos que citaram a Lava Jato logo de início, em suas apresentações no programa, e deram continuidade ao tema durante toda a transmissão.

Nos 45 segundos iniciais de fala, Dias chegou a sustentar a institucionalização da operação, que com sua eleição se tornaria, nas palavras dele, “a tropa de elite do combate à corrupção no país”. Nesse mesmo momento, o presidenciável chegou a usar o discurso da Lava Jato também para tratar de propostas para melhora da economia e aumento da geração de empregos. Segundo o candidato do Podemos, a corrupção seria a causa maior para os danos nesses setores.

DESEJOS PARA O BRASIL: Uma política moralmente exemplar

Na resposta a sua primeira pergunta no programa, que veio de um lista de questões elaboradas pela população, o presidenciável também deu um jeito de mencionar as investigações: “A Operação Lava Jato tem que ser o grande cabo eleitoral do investimento e geração de emprego porque vai atrair, vai trazer de volta os recursos que foram expulsos do Brasil pela corrupção”.

XINGADA OU EXALTADA:Lava Jato é ‘personagem’ central em convenções partidárias

Já a candidata da Rede apostou na fala em apoio ao Ministério Público e à Polícia Federal. Segundo Marina disse em sua apresentação, ambos os órgãos deveriam “ser independentes, sem sabotar a Lava Jato”. As ideias foram repetidas tão logo a presidenciável retornou ao microfone.

DEBATE REDE TV: veja quem ganhou e quem perdeu

A dupla pró-Lava Jato retomou o assunto no púpito do programa, onde foram os segundos a debaterem, após Dias escolher justamente Marina como adversária - e vice-versa. Por quase 10 minutos, os dois fizeram alusões ao tema da corrupção. Na oportunidade, Marina aproveitou para defender a Lei da Ficha Limpa e salientou a intenção de acabar com o foro privilegiado, duas pautas também caras do público defensor da Lava Jato.

LEIA TAMBÉM: O que é o IVA, imposto que une Ciro e Alckmin na reforma tributária

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O jornalismo da Gazeta depende do seu apoio.    

Por apenas R$ 0,99 no 1º mês você tem
  • Acesso ilimitado
  • Notificações das principais notícias
  • Newsletter com os fatos e análises
  • O melhor time de colunistas do Brasil
  • Vídeos, infográficos e podcasts.
Já é assinante? Clique aqui.
>