Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

eleição presidencial

Dos bastidores ao palanque, família Francischini lidera apoio a Bolsonaro no Paraná

Pai e filho recepcionaram o pré-candidato à Presidência nesta quarta-feira (28), em sua visita a Curitiba. De acordo com o deputado estadual Felipe Francischini, aliança é “forte pelas ideias”

  • Giulia Fontes
Fernando Francischini e Jair Bolsonaro na chegada ao Aeroporto Afonso Pena . | Marcelo Andrade
Fernando Francischini e Jair Bolsonaro na chegada ao Aeroporto Afonso Pena . Marcelo Andrade
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O deputado federal e pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL-RJ) chegou nesta quarta-feira (28) a Curitiba recepcionado por uma multidão de apoiadores. Entre eles, duas figuras da política paranaense: o deputado federal Fernando Francischini (PSL) e seu filho, Felipe (SD), parlamentar da Assembleia Legislativa do Paraná. Depois do desembarque no Aeroporto Afonso Pena, tanto Bolsonaro quanto Francischini, o pai, falaram aos apoiadores em um carro de som.

A mobilização dos militantes pró-Bolsonaro no Paraná foi organizada pelos Francischini. No Facebook, ambos fizeram um evento convocando os simpatizantes do pré-candidato para irem até o aeroporto da Grande Curitiba dar as boas-vindas. Na espera pela chegada do pré-candidato, assessores dos deputados paranaenses – vestidos com coletes verde e amarelos, com os nomes Bolsonaro e Francischini bordados nas costas – orientavam os manifestantes e puxavam o coro da multidão.

‘Lula quis transformar Brasil num galinheiro, agora colhe ovos’, diz Bolsonaro

A companhia dos Francischini à comitiva de Bolsonaro continua ao longo do dia. Na tarde desta quarta (28), o deputado participa de eventos do PSL e, depois, segue para Ponta Grossa, nos Campos Gerais. Na quinta (29), a programação continua com um almoço no restaurante Madalosso, em Santa Felicidade, com ingressos a R$ 45. Tudo organizado pelos paranaenses.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/28/Parana/Imagens/Cortadas/20180328-bolsonaro-curitiba-visita (25)-kDF-ID000002-1024x682@GP-Web.jpeg
Francischini pai, à esquerda de Bolsonaro, no carro de som nesta quarta (28) em Curitiba.Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

“Aproximação pelas ideias”

Não é de hoje, entretanto, que os Francischini assumiram a comissão de frente do apoio a Bolsonaro no Paraná. Nas páginas de ambos nas redes sociais, o que não falta são posts relacionados ao pré-candidato.

No evento desta quarta (28), Felipe Francischini explicou à Gazeta do Povo os motivos para uma relação tão próxima. “Sempre tivemos uma plataforma de direita, que está muito de acordo com o que o Bolsonaro defende”, esclareceu.

Entre os princípios que aproximam os três, Felipe cita criminalizar o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e permitir o porte de armas entre os cidadãos. “É uma aproximação natural, pelas ideias”, afirmou o deputado estadual.

De fato, as ideias citadas por Francischini apareceram não só no discurso que Jair Bolsonaro fez em Curitiba, mas também na fala de seu filho, Eduardo, que também é deputado. Ambos defenderam, por exemplo, que a Polícia Militar (PM) “atire para matar”, e que todos possam ter acesso a armas de fogo.

Para o deputado estadual Felipe Francischini, são ideais que transcendem a figura de qualquer político. “É uma aliança forte pelas ideias, e não centrada em Bolsonaro por ele mesmo”, disse.

o que você achou?

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Política

PUBLICIDADE