012337

Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Política
  3. Paraná
  4. Eleições 2018
  5. Em campanha, candidatos mudam rotina da tradicional Feira do Largo da Ordem

Eleições 2018

Em campanha, candidatos mudam rotina da tradicional Feira do Largo da Ordem

Marina Silva, Kátia Abreu, Cida Borghetti e outros tantos candidatos escolheram a tradicional feira em Curitiba para fazer campanha

  • Angieli Maros
A presidenciável Marina Silva com seu vice, Eduardo Jorge, e o candidato ao Senado Flavio Arns (à direita). | Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
A presidenciável Marina Silva com seu vice, Eduardo Jorge, e o candidato ao Senado Flavio Arns (à direita). Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A proximidade eleições – que acontecem daqui a duas semanas – mudou a rotina da tradicional Feira do Largo da Ordem, em Curitiba, na manhã de domingo (23). Além da movimentação típica de moradores da cidade e de turistas, dezenas de políticos e suas comitivas, incluindo uma presidenciável, congestionaram os corredores entre um conjunto e outro de barracas, na tentativa de levar para casa o voto do eleitor ainda indeciso. Já comerciante e visitantes ficaram contrariados.

Candidata à Presidência da República pela Rede, Marina Silva cumpriu agenda de campanha na feira ao lado de seu vice, Eduardo Jorge (PV), e dos candidatos paranaenses Flavio Arns (Rede), que busca uma vaga no Senado, e Jorge Bernardi (Rede), postulante ao governo do Paraná. O grupo chegou ao Largo da Ordem por volta das 11h30 e levou mais de uma hora para cumprir um trajeto de aproximadamente 300 metros entre o Museu Paranaense e a escultura do “Cavalo Babão”.

Entre inúmeras selfies e chamegos em crianças, Marina puxava papo com os comerciantes do local. No meio do caminho, fez uma parada rápida para conversar com jornalistas, destacando seus projetos para a Educação e se colocando como a candidata que pode pacificar os extremos políticos.

LEIA MAIS >>Justiça restringe participações do apresentador Ratinho na campanha do filho

Vice de Ciro Gomes também esteve na feirinha

Antes de Marina, Katia Abreu (PDT), candidata a vice-presidente de Ciro Gomes (PDT), também percorreu o trajeto da feirinha. Ela estava acompanhada dos correligionários Roberto Requião (MDB), que busca reeleição no Senado pelo Paraná, João Arruda (MDB), candidato ao Palácio Iguaçu, e de Nelton Friedrich (PDT), candidato ao Senado pela mesma coligação.

Ao conversar com jornalistas, Katia rebateu a observação de que estava fazendo campanha em um “reduto bolsonarista”. “Até agora eu não vi que é reduto dele. Muito pelo contrário. Todos com quem conversei aceitaram receber o documento do Ciro. E me impressionou muito ouvir muita gente confessando que ainda está indecisa”, respondeu.

Cida Borghetti foi outra candidata que passou pelo local

Também passaram pela feira durante manhã a candidata ao governo do Paraná Cida Borghetti (PP) e Alex Canziani (PTB), que busca uma das cadeiras ao Senado. “Eu gosto muito de ver o trabalho destes homens e destas mulheres. Sempre que vem alguma comitiva internacional para o Paraná, gosto de presenteá-los com coisas daqui ou vir referendar com eles a feira”, declarou a candidata.

Comerciantes e visitantes ficaram contrariados

Mas a feira de políticos em que se transformou o Largo da Ordem não agradou todo mundo. Muitos visitantes demonstravam irritação com o acúmulo de pessoas atraídas pelos “eventos” e que impossibilitavam a caminhada por um espaço já estreito. Até mesmo comerciantes também chegaram a reclamar.

“Eles param com a equipe toda bem em frente às barracas, tapam a visão dos nossos produtos e demoram para sair. Aí é só tumulto mesmo”, comentou a feirante Luzia Akiko, de 55 anos.

Perto dali, a comerciante Emilia Brey, 49 anos, também reclamava. “O cliente está aqui, chega essa muvuca e ele se irrita e não volta mais. E o engraçado é que os políticos passam por aqui só nessa época. Depois que tudo acaba, ninguém vem mais ver o nosso trabalho.”

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O jornalismo da Gazeta depende do seu apoio.    

Por apenas R$ 0,99 no 1º mês você tem
  • Acesso ilimitado
  • Notificações das principais notícias
  • Newsletter com os fatos e análises
  • O melhor time de colunistas do Brasil
  • Vídeos, infográficos e podcasts.
Já é assinante? Clique aqui.
>