154358

Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Política
  3. República
  4. Eleições 2018
  5. Rosa Weber evita polemizar sobre Lula ao tomar posse na presidência do TSE

candidatura

Rosa Weber evita polemizar sobre Lula ao tomar posse na presidência do TSE

Ministra fez discurso ponderado e sem qualquer menção ao caso do ex-presidente petista, cuja elegibilidade será questionada e deverá ser analisada no tribunal

  • Brasília
  • Débora Álvares 
 | Nelson Jr./STF
Nelson Jr./STF
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Ao tomar posse como presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para um mandato de dois anos, na noite desta terça-feira (14), a ministra Rosa Weber evitou qualquer menção à polêmica que precisará enfrentar no comando da Corte durante as eleições deste ano: o julgamento da impugnação da candidatura de Lula (PT). “A certeza que tenho é de que o TSE cumprirá a sua missão com firmeza”, disse.

Sob o comando de Rosa, a Justiça Eleitoral será decisiva nesse pleito. A nova presidente tem afirmado nos bastidores que a análise do caso Lula é prioridade, já que causa instabilidade jurídica e institucional ao país. Ela fala ainda em recuperar a credibilidade do Judiciário. 

Nesta quarta-feira (15), o PT registrará a candidatura de Lula à Presidência da República, com o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad de vice. Por ter sido condenado por um colegiado de juízes, em janeiro deste ano, o ex-presidente deve ser considerado inelegível pela Lei da Ficha Limpa. A Corte deve receber pedidos de impugnação da chapa petista a partir de quinta-feira (16). Ao TSE cabe, entre outras coisas, a análise da elegibilidade de candidatos registrados pelos partidos políticos.

DESEJOS PARA O BRASIL: Democracia aprofundada, com uma política moralmente exemplar

Nesta terça, em discurso ponderado, como lhe é característico, Rosa Weber falou em respeito à democracia e resgate da respeitabilidade das instituições. O único momento em que, indiretamente, passou um recado, foi quando saiu em defesa do uso da urna eletrônica, ressaltando a segurança do procedimento de votação, bastante contestado desde as eleições de 2014. "Há de ser dado à inocorrência de qualquer caso de fraude ao longo dos vinte e dois anos de utilização das urnas eletrônicas, o que respalda a nossa tranquilidade”, disse. 

Quatro anos atrás, o PSDB sugeriu que houve fraude na votação e pediu autorização ao TSE para realizar uma auditoria. Isso, após o candidato à Presidência pela legenda à época, o senador Aécio Neves, ter sido derrotado por pouco mais de 3 milhões de votos. Um ano depois, a investigação não encontrou sinais de irregularidades. 

Neste ano, com as controvérsias sobre a candidatura do ex-presidente Lula, já existem alguns integrantes do PT que falam em "fraude" e em questionamentos ao pleito.

Cerimônia

Também tomaram posse nesta terça os ministros Luís Roberto Barroso e Jorge Mussi, respectivamente, como vice-presidente e corregedor-geral eleitoral do TSE. 

A cerimônia de posse de Rosa Weber foi acompanhada por diversas autoridades, entre elas, os demais ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e alguns ex-magistrados da Corte, como Ellen Gracie e Carlos Ayres Britto. Também compareceu o ex-presidente José Sarney. Do Congresso, o deputado Fábio Ramalho (MDB-MG) representou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O presidente, Michel Temer, não esteve no evento, mas foi representado pelos ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Torquato Jardim (Justiça). 

LEIA TAMBÉM: Informações sobre as eleições 2018, com resultados de pesquisas e lista de candidatos

Uma das quatro pessoas a discursar, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, destacou "o papel central" do TSE da eleição deste ano, aproveitando para cobrar celeridade nas análises de elegibilidade, em um recado a Lula. "Recursos protelatórios não podem ter efeito suspensivo com propósito de influenciar no resultado. A lei das inelegibilidades deve ser assegurada para que só os elegíveis concorram e inelegíveis não financiem suas pretensões com recursos públicos. É papel do TSE assegurar quem são os reais concorrentes". 

Dodge já avisou que vai apresentar um recurso contra a candidatura de Lula. Condenado na Operação Lava Jato, no caso do triplex do Guarujá, o líder petista cumpre pena de 12 anos e 1 mês de prisão desde o início de abril. Mesmo assim, insiste em dizer que segue na disputa pelo Palácio do Planalto, uma estratégia de sobrevivência política sua e do PT. 

TSE no pleito 2018 

Rosa assume o lugar de Luiz Fux, que deixa o tribunal. A saída dele, a partir de um revezamento que é praxe no TSE, abriu caminho para outra mudança, a posse de Edson Fachin como ministro titular da Corte. 

A nova formação na véspera do início da eleições sugere um tribunal mais rigoroso em seus posicionamentos. O TSE é composto por três ministros do STF, dois do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e dois juristas nomeados pelo presidente da República. 

Rosa é conhecida pelo perfil discreto e com posições difíceis de prever. Fachin relata a Lava Jato no Supremo e costuma ser seguido por Barroso em suas decisões. 

Fux liderou o processo de preparação para o processo eleitoral e firmou um compromisso com os partidos políticos contra as fake news (notícias falsas). A única legenda que não assinou o termo foi o PT. 

Rosa foi indicada ao Supremo em 2011 pela ex-presidente Dilma Rousseff. Antes disso, contudo, em 2006, foi nomeada por Lula para o Tribunal Superior do Trabalho (TST). Nada disso, porém, influencia no trabalho da ministra. 

Com posicionamentos multidirecionais, as opiniões dela costumam ser uma incógnita em quase todos os casos. Por exemplo: ela havia votado contra o cumprimento de pena em segunda instância em 2016, mas no caso de Lula, decidiu seguir a jurisprudência e a maioria, e votou a favor.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O jornalismo da Gazeta depende do seu apoio.    

Por apenas R$ 0,99 no 1º mês você tem
  • Acesso ilimitado
  • Notificações das principais notícias
  • Newsletter com os fatos e análises
  • O melhor time de colunistas do Brasil
  • Vídeos, infográficos e podcasts.
Já é assinante? Clique aqui.
>