011710

Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Política
  3. República
  4. Eleições 2018
  5. Sem Lula na disputa, brancos e nulos ganham de qualquer um no 1º turno

eleições 2018

Sem Lula na disputa, brancos e nulos ganham de qualquer um no 1º turno

Pesquisa Datafolha mostra aumento de 10 pontos porcentuais entre os que desejam anular ou não votar em ninguém se o petista ficar de fora do páreo

  • Brasília
  • Evandro Éboli
 | Foto: Elza Fiúza    /    ABr
Foto: Elza Fiúza / ABr
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Na ausência do petista Luiz Inácio Lula da Silva na disputa presidencial, os votos brancos e nulos reinam absolutos. É o que mostra a pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (15) e que ouviu 4.194 eleitores entre quarta e sexta-feira, após a prisão do petista. Mesmo na cadeia, Lula continua vitorioso tanto no primeiro como no segundo turno. 

Mas, e sem ele, como fica? Nas seis simulações de primeiro turno sem Lula no páreo, os brancos e nulos lideram, com índices que variam entre 23% e 24%. E lideram fora da margem de erro. Com certa folga. Com Lula disputando, os eleitores que responderam votar em branco ou anularem seus votos aparecem em terceiro lugar, com 13% e 14%. Sem o petista, dão esse salto de 10 pontos porcentuais e chegam até os 24%.

Um detalhe curioso: sem Lula, o número de eleitores que não sabem em quem votar não altera. Fica ali entre 2% a 4%. O levantamento permite concluir, ao menos nesse momento, que sem Lula parte de seu eleitorado não quer saber de nenhum outro. 

Nas simulações de primeiro turno, os brancos e nulos deixam para trás Jair Bolsonaro (PSL), Marina Silva (Rede), Joaquim Barbosa (PSB) e Ciro Gomes (PDT). Esses eleitores que até agora não optaram por ninguém somam mais votos que qualquer combinação de seis candidatos juntos que não estão entre os quatro primeiro, como Geraldo Alckmin (PSDB), Rodrigo Maia (DEM), Henrique Meirelles (MDB), Fernando Haddad (PT), Alvaro Dias (Podemos), Manuela D´Ávila (PCdoB) e Guilherme Boulos (PSOL), Flávio Rocha (PRB), Fernando Collor de Mello (PTC) e Jaques Wagner (PT). 

Se o segundo turno - onde se opta por um entre apenas dois candidatos - fosse hoje, os brancos e nulos só perderiam em cinco das doze simulações feitas pelo Datafolha. Nesses cinco eles perderiam para Lula e Marina. Nas outras disputas, os brancos e nulos empatam tecnicamente com quem está na frente, como por exemplo Jair Bolsonaro (32%) e Alckmin (33%). Os brancos e nulos nessa receberam 32%. Ou seja, uma disputa muito embolada.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O jornalismo da Gazeta depende do seu apoio.    

Por apenas R$ 0,99 no 1º mês você tem
  • Acesso ilimitado
  • Notificações das principais notícias
  • Newsletter com os fatos e análises
  • O melhor time de colunistas do Brasil
  • Vídeos, infográficos e podcasts.
Já é assinante? Clique aqui.
>