Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

Eleições 2018

Última pesquisa do ano: Lula e Bolsonaro estão isolados e terceiro nome está indefinido

Levantamento do Paraná Pesquisa mostra que Lula e Bolsonaro iriam para o segundo turno com facilidade

  • Guido Orgis
 |
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O ex-presidente Lula (PT) e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) aparecem isolados na frente na corrida pelo Palácio do Planalto na última pesquisa eleitoral de 2017. O levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas mostra Lula na frente, com 29,2% das intenções de voto, seguido por Bolsonaro, com 21,1%.

A pesquisa foi feita entre os dias 18 e 21 de dezembro, ouviu 2.020 pessoas em todo o país e tem margem de erro de dois pontos percentuais.

Neste cenário eleitoral com a presença de Lula, há uma indefinição sobre o possível aparecimento de uma terceira força com chances de ir para o segundo turno nas eleições de outubro de 2018. Cinco nomes que se apresentaram como pré-candidatos oscilam entre 3,5% e 8,6%, de acordo com a Paraná Pesquisas.

INFOGRÁFICO: Veja os resultados nos três cenários da pesquisa

A fila da terceira colocação é puxada por Marina Silva (Rede), com 8,6%, seguida pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), com 7,9%, e pelo ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, com 6,8%. Completam a lista Ciro Gomes (PDT), com 5,2%, e o senador Alvaro Dias (Podemos), com 3,5%. Neste cenário, 12,5% dos entrevistados não escolheram nenhum candidato e 3,4% não souberam opinar.

O Paraná Pesquisas elaborou dois cenários sem Lula. O ex-presidente pode ser condenado em segunda instância na ação em que é acusado de ter recebido um apartamento no Guarujá como propina. O julgamento em segunda instância será na segunda quinzena de janeiro e, se condenado, Lula fica inelegível de acordo com a Lei da Ficha Limpa.

No primeiro cenário sem Lula, foi colocado o nome da ex-presidente Dilma Rousseff como candidata pelo PT. Ela fica em segundo lugar, com 13,4% das intenções de voto, empatada tecnicamente com Marina Silva (12,2%). Bolsonaro lidera com 22,8% das intenções, o que mostra pouca transmissão de votos de Lula para o deputado federal. Em terceiro lugar vem o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (8,7% das intenções, empatado tecnicamente com Marina Silva), seguido por Ciro Gomes (7,7%), Joaquim Barbosa (7,6%) e Alvaro Dias (4%). No total, 21,4% dos entrevistados não escolheram nenhum candidato.

O segundo cenário traz Jaques Wagner como candidato do PT – ele faz apenas 3,9% das intenções, ficando em sétimo na preferência dos entrevistados. Nesse cenário, Marina Silva se consolida na segunda colocação, com 14,8% das intenções, atrás de Bolsonaro (23,2%). A briga pela terceira colocação fica entre Joaquim Barbosa (9,6%), Geraldo Alckmin (9,5%), Ciro Gomes (8,2%) e Alvaro Dias (4,3%). No total, 23,7% dos entrevistados não escolheram nenhum candidato.

Michel Temer

O Paraná Pesquisas também avaliou o possível papel do presidente Michel Temer nas eleições de 2018. Para 50,4% dos entrevistados, o apoio de Temer diminuiria a vontade de votar em algum candidato. Para 40,7%, esse apoio seria indiferente e só para 4,4% a presença de Temer no palanque aumentaria a chance de votar em um candidato.

A impopularidade do governo também pode ser medida pela baixa presença de nomes ligados a Temer entre os pré-candidatos. Apenas o atual ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), já se colocou como um nome para 2018 – nos três cenários avaliados pela Paraná Pesquisas, ele não passa de 1,3% das intenções de voto.

Segundo a pesquisa, só 5,2% dos brasileiros avaliam o governo Temer como ótimo ou bom, enquanto 72,9% o avaliam como ruim ou péssimo. A taxa de desaprovação da atual administração é de 82,8%.

o que você achou?

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Política

PUBLICIDADE