i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Eleições municipais

Rodrigo Paiva (Novo): candidato a prefeito em Belo Horizonte | Eleições 2020

  • PorGazeta do Povo
  • 10/09/2020 17:49
Rodrigo Paiva, candidato do Novo à prefeitura de BH
Rodrigo Paiva, candidato do Novo à prefeitura de BH.| Foto: Divulgação

Rodrigo Paiva é o candidato a prefeito de Belo Horizonte pelo Novo. A médica oncologista Patrícia Albergaria foi escolhida para ser a vice numa chapa puro-sangue. Esta é a segunda vez que Paiva tenta um cargo eletivo. Em 2018 ele concorreu a uma vaga ao Senado por Minas.

O plano de governo defende melhorias no transporte, geração de emprego e renda, saúde, educação. Paiva promete também uma administração mais enxuta, com menos secretarias, a informatização da prefeitura, a criação de um aplicativo para levar à população todos os serviços municipais e a municipalização de todas as escolas fundamentais que hoje pertencem ao estado.

Além da chapa majoritária, o Novo também terá 11 mulheres e 23 homens na disputa para a Câmara de Vereadores da capital mineira.

Natural de Belo Horizonte (MG), Rodrigo Paiva é engenheiro civil, formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Fez parte da comissão de transição do governo Zema e presidente da Companhia de Tecnologia do Estado de Minas Gerais (Prodemge) até julho deste ano.

Em entrevista à Gazeta do Povo, criticou o prefeito Alexandre Kalil (PSD) por ser "muito populista". "Ele gastou 80% dos recursos da pandemia com assistencialismo e 20% com criação de UTIs", acusa Paiva, segundo o qual o prefeito se isolou e evitou de dialogar com o governo estadual.

O Novo conta atualmente com um vereador na Câmara Municipal de Belo Horizonte e espera eleger pelo menos quatro. Paiva conta com o apoio do governador Romeu Zema, que é do mesmo partido.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.