Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Urnas eletrônicas das eleições em 2018.
Preparação dos equipamentos inicia nesta quinta (29).| Foto: Douglas Magno/AFP

As pesquisas eleitorais que vêm sendo divulgados desde o início da campanha apontam que, em algumas capitais, a situação é confortável para os candidatos que lideram nas intenções de voto. Em sete delas, inclusive, a eleição pode, até mesmo, ser definida já no primeiro turno.

O caso em que há margem mais confortável do primeiro colocado é o de Belo Horizonte, em que o atual prefeito, Alexandre Kalil (PSD), não deve ter dificuldades em se reeleger. Em outras quatro capitais, os atuais prefeitos têm mais de 40% das intenções de voto – ou seja, estão próximos de uma vitória no primeiro turno, mas ainda precisam trabalhar para conquistar os votos que faltam. Completam a relação duas cidades em que os líderes das pesquisas não concorrem à reeleição.

A Gazeta do Povo preparou uma lista com as capitais em que pode haver definição já no primeiro turno das eleições. Por enquanto, os números das pesquisas ainda não apontam a quantidade de votos válidos, isto é, desconsiderando brancos e nulos. Os votos válidos são contabilizados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para definir os vencedores das eleições. Os dados de metodologia das pesquisas citadas estão ao final do texto. Confira:

1. Belo Horizonte

Na capital mineira, o atual prefeito, Alexandre Kalil (PSD), parece estar próximo de se reeleger já no primeiro turno. Segundo o último levantamento de intenção de voto do Datafolha, Kalil tem 60% da preferência dos eleitores – margem considerável em relação ao segundo colocado, João Vitor Xavier (Cidadania), que tem 7%.

Desde o início da campanha, Kalil cresceu 4 pontos, segundo as pesquisas do Datafolha. A oscilação é superior à margem de erro dos dois levantamentos, de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

2. Salvador

Em Salvador, o atual vice-prefeito, Bruno Reis (DEM), aparece com 52,1% das intenções de voto em levantamento realizado pelo Paraná Pesquisas. Como ele tem mais do que a soma de todos os outros candidatos, a eleição pode ser definida no primeiro turno.

Se houver migração dos eleitores, porém, a tendência, segundo a pesquisa, é de que ele dispute com Major Denice Santiago (PT), que tem 10,6%; Pastor Sargento Isidório (Avante), que tem 9,3%; ou Olívia Santana (PCdoB), que tem 4,3%.

3. Curitiba

O atual prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), está perto de ter mais de 50% das intenções de voto, mas ainda não atingiu o índice (considerando brancos e nulos). Se levarmos em conta a soma de todos os outros candidatos, porém, Greca tem mais intenções de voto do que os opositores e, por isso, venceria no primeiro turno.

Segundo o levantamento mais recente, o prefeito de Curitiba tem 46% das intenções de voto. Fernando Francischini (PSL) e Goura (PDT) aparecem numericamente empatados na segunda posição, com 8%.

Mas, se o atual prefeito não atingir o número de votos necessários para se reeleger já no dia 15 de novembro, a outra vaga no segundo turno também pode ser de Christiane Yared (PL) ou João Arruda (MDB), que têm 5% e 3% das intenções de voto, respectivamente.

4. Florianópolis

Em Florianópolis, Gean Loureiro (DEM) está em situação semelhante à de Greca. O atual prefeito da capital de Santa Catarina tem 44% das intenções de voto, segundo pesquisa mais recente do Ibope. Como ele possui mais do que a soma das intenções de voto dos demais candidatos, venceria no primeiro turno.

Se a disputa for adiante, outros três concorrentes podem ocupar mais uma vaga em um possível segundo turno: a ex-prefeita Angela Amin (PP), com 15%; Pedrão (PL), que tem 9%; e Professor Elson (Psol), que tem 7%.

A pesquisa mais recente do Ibope em Floripa, entretanto, foi divulgada no início de outubro. Depois disso, Gean acabou sendo internado por complicações da Covid-19. Ele teve alta após alguns dias, mas ainda não é possível saber qual foi o efeito do isolamento do candidato em sua campanha pela reeleição.

5. São Luís

Mais um candidato que tem a possibilidade de vencer no primeiro turno é Eduardo Braide (Podemos), que disputa a prefeitura de São Luís. Levantamento do Ibope, divulgado no último dia 23, aponta que Braide tem 44% das intenções de voto.

O segundo colocado, Duarte (Republicanos), tem 19%, e está tecnicamente empatado com Neto Evangelista (DEM), que registrou 14% das intenções de voto. Como Braide não possui mais do que a soma das intenções de voto dos demais candidatos, precisa crescer para alcançar a vitória já na primeira etapa.

6. Natal

Em Natal, é Álvaro Dias (PSDB) quem tenta crescer para garantir a vitória já no primeiro turno. O candidato, que é o atual prefeito da capital do Rio Grande do Norte, tem 44% das intenções de voto, segundo levantamento do Ibope divulgado nesta segunda-feira (26).

O segundo colocado, Kelps (Solidariedade), tem apenas 7%. Ele está numericamente empatado com Delegado Sérgio Leocádio (PSL), e tecnicamente empatado com Hermano Morais (PSB) e Senador Jean (PT), que têm 5% cada. Nesse cenário, Dias tem mais intenções de voto do que a soma dos demais concorrentes e, por isso, venceria no primeiro turno.

7. Campo Grande

Na capital do Mato Grosso do Sul, o atual prefeito, Marquinhos Trad (PSD), tem chance de vencer o pleito no primeiro turno. Pesquisa divulgada pelo instituto em 16 de outubro aponta que Trad tem 41% das intenções de voto.

O segundo colocado, Professor Harfouche (Avante), aparece com 11%, seguido de Pedro Kemp (PT), com 6%. Trad tem mais do que a soma dos demais candidatos e, por isso, venceria no primeiro turno.

Novo levantamento do Ibope em Campo Grande deve sair na próxima sexta (30).

Metodologia das pesquisas citadas na reportagem

Belo Horizonte

  • Sob encomenda do jornal Folha de S. Paulo e da TV Globo, o Datafolha ouviu 868 eleitores em Belo Horizonte entre os dias 20 e 21 de outubro de 2020. O levantamento tem nível de confiança de 95%, com margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob a identificação MG-02866/2020.
  • Sob encomenda da TV Globo e do jornal Folha de S. Paulo, o Datafolha ouviu 800 pessoas em Belo Horizonte entre os dias 5 e 7 de outubro de 2020. O levantamento tem nível de confiança de 95%, com margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob a identificação MG-09256/2020.

Salvador

  • Sob encomenda da Bahia Notícias, o Instituto Paraná Pesquisas ouviu 820 eleitores de Salvador entre os dias 16 e 19 de outubro de 2020. O levantamento tem nível de confiança de 95%, com margem de erro de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob a identificação BA-00401/2020.

Curitiba

  • A pesquisa do Ibope, encomendada pela RPC TV, ouviu 805 eleitores de Curitiba entre 20 e 22 de outubro. O nível de confiança do levantamento é de 95% e a margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número PR-01535/2020.
  • A pesquisa do Ibope, encomendada pela RPC TV, ouviu 602 eleitores de Curitiba entre os dias 4 e 5 de outubro de 2020. O nível de confiança do levantamento é de 95%, e a margem de erro é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob a identificação PR-08260/2020.

Florianópolis

  • A pesquisa do Ibope, encomendada pela NSC Comunicação, ouviu 602 eleitores em Florianópolis entre os dias 3 e 5 de outubro. O levantamento tem nível de confiança de 95%, com margem de erro de 4 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob a identificação SC-01561/2020.

São Luís

  • Sob encomenda da TV Mirante, o Ibope ouviu 805 eleitores de São Luís entre os dias 21 e 23 de outubro de 2020. O levantamento tem nível de confiança de 95%, com margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob a identificação MA-05018/2020.

Natal

  • Sob encomenda da Inter TV Cabugi, o Ibope ouviu 602 eleitores de Natal entre os dias 24 e 26 de outubro de 2020. O levantamento tem nível de confiança de 95%, com margem de erro de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob a identificação RN-02686/2020.
  • A pesquisa do Ibope, encomendada pela Inter TV Cabugi, ouviu 602 eleitores entre os dias 30 de setembro e 6 de outubro de 2020. O levantamento tem nível de confiança de 95%, com margem de erro de 4 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob a identificação RN-02583/2020.

Campo Grande

  • Sob encomenda da TV Morena, o Ibope ouviu 602 eleitores em Campo Grande entre os dias 14 e 16 de outubro. O levantamento tem nível de confiança de 95%, com margem de erro de 4 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob a identificação MS-01902/2020.
4 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]