• 19/11/2020 08:16
Eleições em São paulo

Após receber apoio de Russomanno, Covas diz que mantém “posição contrária” a Bolsonaro

  • 19/11/2020 08:16
  • PorEstadão Conteúdo
    O prefeito e candidato Bruno Covas (PSDB).
    O prefeito e candidato Bruno Covas (PSDB).| Foto: Reprodução/Instagram

    Depois de receber apoio de Celso Russomanno (Republicanos), candidato de Jair Bolsonaro (sem partido) na capital paulista, o prefeito Bruno Covas (PSDB) passou a ser cobrado pela relação com o presidente da República. Nesta quarta (18), seu adversário, Guilherme Boulos (Psol), disse que o tucano reedita a dobradinha "BolsoDoria". O prefeito, por sua vez, afirmou que anulou seu voto nas eleições de 2018 e que não concorda com as posições do presidente.

    "Não sou biruta de aeroporto para mudar conforme orientação de vento. Sou o mesmo Bruno. Anulei meu voto na eleição presidencial de 2018 por não ver no Bolsonaro nenhum discurso que agregasse valores democráticos", disse o tucano ontem, após visitar o comércio no Jardim Ângela, na zona sul.

    Quando questionado sobre fotos dele ao lado de Bolsonaro que circulam nas redes sociais, o prefeito lembrou que se posicionou "diversas vezes" contra ações do presidente. "Mantenho meu posicionamento contrário a várias posições dele (Bolsonaro) na área ambiental, cultural e de direitos humanos". Sobre o apoio de Russomanno, Covas foi protocolar. "Não vou mudar para ganhar eleição. O apoio do Russomanno ajuda. É um apoio programático."

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.