Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Gazeta do Povo -- E em relação ao time, o que a torcida pode esperar?

Vilson Ribeiro de Andrade -- As dificuldades financeiras serão inúmeras, mas o Coritiba pensa grande, não pode ir para uma aventura, fazendo o Paranaense de laboratório. Queremos montar uma equipe extremamente forte já, para quando chegar a Copa do Brasil e o Brasileiro o time seja altamente competitivo. Já renovamos com 90% do plantel e até o dia 3 devemos apresentar cinco reforços, todos de qualidade.

Com esses reforços o grupo está fechado?

Não. O processo de ajuste e melhoria é continuo. É um time-base, que você vai melhorando com a continuidade. De repente tem uma oportunidade ótima e você traz o jogador. É o caso do Leonardo, que estava na reserva do Avaí, e aqui deu muito certo, tanto que diversos clubes estavam atrás dele.

O técnico Marcelo Oliveira está participando deste processo?

De tudo.

E em relação ao Felipe Ximenes? Parece que houve uma sondagem do Grêmio...

Houve, mas ele não acertou. O Felipe está extremamente envolvido no nosso projeto ? e acredita no projeto. Ele recusou uma proposta irrecusável do Grêmio.

Gostaria que o senhor falasse um pouco do papel dele dentro do Coritiba?

O Felipe é daqueles que o René Simões [técnico campeão brasileiro em 2007 pelo Coxa] classificou como invisível [risos]. Ele é muito importante, foi quem planejou todo o departamento de futebol. Coordena toda a estrutura, é a blindagem da diretoria em relação ao futebol. É extremamente inteligente e conhece como poucos o submundo do futebol, em relação ao que acontece no vestiário. Tem também uma visão de mercado em relação a jogadores extremamente importante. Nos ajuda muito. É um planejador e um elemento de diálogo com os jogadores. Foi fundamental para o sucesso dentro de campo.

Confira um vídeo com alguns dos melhores momentos:

Presidente Coritiba

+ VÍDEOS

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]