Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Gazeta do Povo -- Todo ano eleitoral no Coritiba é extremamente traumático dentro de campo. O senhor acredita que no ano que vem, com novas eleições, isso pode acontecer novamente?

Vilson Ribeiro de Andrade -- O resultado de campo influencia muito. O debate de ideias é fundamental, útil ao clube, só não dá para antecipar o debate eleitoral. Para mim é um desserviço ao clube facções que já queiram entrar em janeiro [no processo eleitoral]. Tenho certeza de que os sócios saberão separar quem está para trabalhar pelo clube e quem quer se aproveitar do clube.

O senhor pode ser candidato a presidente?

O passado me trouxe até aqui. Quero viver o presente. O futuro? Não sei se estarei vivo. Mas uma coisa eu posso dizer: o Coritiba é a razão da minha vida. Larguei tudo nesses 11 meses para me dedicar ao Coritiba. Larguei minha família, minhas empresas... Amo o que faço.

Uma transição tranquila não passaria pelo anúncio da sua intenção de ficar, já que seu nome se fortaleceu neste ano, evitando assim um bate-chapa?

Não gostaria de abrir esse debate agora, não é benéfico. O importante é a continuidade do projeto. Não podemos colocar as pessoas acima da instituição.

Confira um vídeo com alguns dos melhores momentos:

Presidente Coritiba

+ VÍDEOS

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]