Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Esportes
  3. Após cirurgia no coração, Cuca recebe alta e deve parar por até seis meses

saúde

Após cirurgia no coração, Cuca recebe alta e deve parar por até seis meses

Treinador deixou o hospital após procedimento no coração e vai se recuperar em casa. Médico faz alerta: “Ele leva muito para si qualquer problema do futebol, dentro e fora do campo. Então sugerimos que pare por seis meses porque pode ter complicações rapidamente”

  • Lara Mota especial para a Gazeta do Povo
Cuca e o cirurgião Costantino Costantini | Divulgação
Cuca e o cirurgião Costantino Costantini Divulgação
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O técnico Cuca voltou para casa nesta sexta-feira, depois de passar por um procedimento cirúrgico em um hospital de Curitiba. Ele foi submetido a um cateterismo para realizar um ultrassom intracoronário e uma cinecoronariografia, exame de imagem de alta precisão que permite obter informações detalhadas do estado do paciente. Quem explica é o médico cardiologista Costantino Costantini, diretor geral do hospital e responsável pelo atendimento ao treinador.

>> MERCADO DA BOLA 2019: confira o vai e vem do seu clube no mercado

“Fizemos um cateterismo para tomar a melhor decisão terapêutica e avaliar o melhor tratamento, se clínico ou cirúrgico. Corroboramos o ultrassom intracoronário com outra técnica muito importante que usa um fio guia, que entra na coronária e nos dá um panorama preciso”, afirma. E continua: “Observamos que não é o momento de um implante de um stent (dispositivo em forma de tubo colocado nas artérias coronárias para mantê-las desobstruídas). Ele tem arterosclerose, porém não é um problema de obstrução que precise ser tratado no momento.”

Seis meses fora

Cuca deixou o Santos recentemente, após anunciar que teria que se submeter à cirurgia. Foram 25 jogos à frente do time paulista, com nove vitórias, nove empates e sete derrotas. O treinador revelou que teve uma ameaça de infarto no jogo contra o Cruzeiro pelo campeonato brasileiro. Costantini revelou ter tido acesso aos exames feitos no hospital em Belo Horizonte, refez os testes e apontou a necessidade do treinador ficar em repouso por pelo menos seis meses.

“O tratamento é uma mudança de estilo de vida. Ele precisa eliminar o stress por seis meses”, afirma. “Ele tem uma personalidade que chamamos de ‘sanguínea’. Leva muito para si qualquer problema do futebol, dentro e fora do campo. É um individuo que vive intensamente os mínimos detalhes. Então sugerimos que pare por seis meses porque pode ter complicações rapidamente”.

O tratamento inclui um programa de atividades físicas, dieta e atenção ao sono. Cuca ainda tomará remédios para baixar o colesterol, que está com índices alterados. Segundo o médico, o tempo de recuperação vai depender do paciente. “Ele pode treinar o Flamengo, o São Paulo, pode treinar o time que quiser,

contanto que em seis meses ele regularize tudo”, diz Costantini.

O nome de Cuca tem aparecido como probabilidade em vários clubes para 2019, mas agora o técnico só pensa em descansar. O treinador preferiu não se pronunciar, mas divulgou uma foto em que aparece com o cirurgião, e já está em casa com a família.

VAMOS, EL PARANAENSE! Tudo sobre Atlético-PR na Sula

>> Maior da Colômbia, cervejaria de Barranquilla é a chave do sucesso do Junior

>> Com taça da ‘Sula’, Atlético vê chance de deixar Coritiba na saudade

>> Saiba tudo sobre o Junior Barranquilla, adversário do Atlético na final da Sula

>> Petraglia convoca assembleia para mudar camisa e escudo do Atlético antes da final

>> Atlético fatura quase R$ 10 milhões com vaga na final da Sul-Americana

>> Rival do Atlético foi forjado por brasileiros e ficou à margem dos ‘narcos’ colombianos

Atlético-PR x Junior Barranquilla - final da Copa Sul-Americana

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE