Atacante Walter se reabilitou no Athletico após suspensão por doping.
Atacante Walter se reabilitou no Athletico após suspensão por doping.| Foto: Arquivo pessoal/Instagram

O Athletico conta com sete reforços para o início do Brasileirão. Entre os contratados, alguns chegam para brigar imediatamente pela titularidade, enquanto outros vão ter que mostrar serviço para ganhar oportunidade com o técnico Dorival Júnior. O Furacão estreia no sábado (08), diante do Fortaleza, na Arena Castelão.

Três zagueiros, dois volantes e dois atacantes. Foi com essas peças que o Furacão, por enquanto, se fortaleceu para a sequência de 2020, visando o Brasileirão, a Libertadores e a Copa do Brasil. Confira uma análise dos reforços rubro-negros.

Quem chega para ser titular

Pedro Henrique

Pedro Henrique veio emprestado pelo Corinthians em 2019 e agora teve os direitos comprados pelo Furacão. Foto: Albari Rosa/Arquivo/Gazeta do Povo
Pedro Henrique veio emprestado pelo Corinthians em 2019 e agora teve os direitos comprados pelo Furacão. Foto: Albari Rosa/Arquivo/Gazeta do Povo| Gazeta do Povo

O zagueiro de 24 anos passou pelo Athletico em 2019. Disputou 16 partidas, sempre como titular. Agora volta com contrato até o fim de 2024 e deve pintar no time ao lado do experiente Thiago Heleno, disputando vaga com Lucas Halter, titular no Estadual.

Walter

Experiente e mais magro, Walter disputará a vaga com o jovem Bissoli. Foto: Arquivo pessoa/Instagram
Experiente e mais magro, Walter disputará a vaga com o jovem Bissoli. Foto: Arquivo pessoa/Instagram

Entre 2015 e 2016, na primeira passagem pelo Furacão, Walter marcou 16 gols em 73 partidas e foi importante na conquista do Paranaense 2016. Agora, aos 31 anos, mais magro e com contrato até fevereiro de 2021, deve alternar no posto com o jovem Bissoli.

Quem chega para brigar por uma vaga

Geuvânio

Geuvânio brigará pela titularidade, mas precisa de ritmo de jogo. Foto: Divulgação/Athletico
Geuvânio brigará pela titularidade, mas precisa de ritmo de jogo. Foto: Divulgação/Athletico

O atacante de 28 anos, que pode atuar pelas duas pontas, chega como sério concorrente à titularidade. Disputa vaga com Carlos Eduardo, que ainda não se firmou. Pesa contra ele, entretanto, a falta de ritmo de jogo, já que não entra em campo desde dezembro de 2019, quando atuou pelo Atlético-MG.

Richard

O volante de 26 anos teve um dos momentos mais marcantes da carreira quando, na última rodada do Brasileirão 2018, garantiu a permanência do Fluminense na Série A, ao marcar o gol da vitória por 1 a 0 sobre o América-MG. No Furacão, disputará posição com o capitão Wellington, um dos pilares do time.

Quem deve compor elenco

Felipe Aguilar

Aguilar deve aos poucos ir conquistando mais espaço no time. Foto: Divulgação/Athletico
Aguilar deve aos poucos ir conquistando mais espaço no time. Foto: Divulgação/Athletico

O Athletico desembolsou nada menos que R$ 10 milhões por 50% dos direitos do zagueiro colombiano de 27 anos, ex-Santos. O gringo também pode jogar como lateral-esquerdo. Apesar do alto valor, não entra em campo desde 2019 e terá forte concorrência. Contam a seu favor a polivalência e experiência.

Edu

Edu era uma das principais promessas do Cruzeiro. Foto: Divulgação/Athletico
Edu era uma das principais promessas do Cruzeiro. Foto: Divulgação/Athletico

O zagueiro de 20 anos, revelado pelo Cruzeiro, estreou no time profissional da Raposa apenas em 2020. Atuou em três partidas, todas como volante, o que significa que pode ser alternativa também no meio de campo. A disputa na zaga é acirrada. Jovem e inexperiente, deve passar por um processo de maturação.

Jaime Alvarado

Alvarado chega com aposta, mas pode surpreender ao longo da temporada. Foto: Divugalção/Athletico
Alvarado chega com aposta, mas pode surpreender ao longo da temporada. Foto: Divugalção/Athletico

O volante de 20 anos defende a seleção colombiana de base, tendo sido titular no Pré-Olímpico deste ano. Versátil, atua tanto como primeiro quanto segundo volante. Além disso, teve formação no futebol europeu, em países como Itália, Inglaterra e Espanha. Pode demorar para conseguir oportunidades, mas tem potencial para ser uma das surpresas deste ano.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]