Photo by Miguel SCHINCARIOL / AFP
Photo by Miguel SCHINCARIOL / AFP| Foto: AFP

O Brasil estreou bem na Copa América e venceu a Bolívia por 3 a 0 na noite desta sexta-feira (14), no Morumbi, em São Paulo, na abertura da competição. Coutinho marcou dois e Everton, em um golaço, definiram a vitória brasileira, que foi assistida das arquibancadas pelo presidente Jair Bolsonaro.

Neste jogo, a tradicional amarelinha foi deixada de lado para uma homenagem. O Brasil jogou de branco em referência aos campeões de 1919, ano do primeiro título sul-americano conquistado pela seleção.

Com a vitória sobre a Bolívia, o Brasil é o líder do Grupo A, com três pontos. O próximo jogo da equipe de Tite será contra a Venezuela na terça-feira (18), às 21h30, na Arena Fonte Nova, em Salvador. A seleção brasileira busca seu nono título da competição sul-americana.

TABELA: Veja a classificação e os próximos jogos da Copa América

O jogo

Apesar da abertura discreta, com luzes, fogos de artifícios e música, os torcedores que estiveram no Morumbi saíram satisfeitos pelo que a seleção fez em campo. O Brasil dominou o jogo do início ao fim, mas teve dificuldades para furar a barreira boliviana.

Em todo o primeiro tempo, a seleção brasileira se colocava inteira no campo de ataque, enquanto a Bolívia era só defesa. Firmino quase marcou, mas o goleiro Lambe salvou. Thiago Silva também teve uma chance de cabeça, mas a bola foi por cima da meta.

Na etapa final, o Brasil voltou na pressão. Aos três minutos, na primeira chegada, Coutinho bateu cruzado na área e a bola pegou na mão de Justino. A princípio Nestor Pitana tinha mandado o jogo seguir, mas o VAR avisou, ele conferiu no vídeo e marcou o pênalti, convertido por Coutinho, 1 a 0.

Minutos depois, o camisa 11 ampliou. Após cruzamento de Firmino da direita, Coutinho apareceu livre para testar para o gol. Aos 39 minutos, Everton, que havia acabado de entrar no lugar de David Neres, marcou um golaço em seu primeiro chute, definindo o placar.

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]