• 03/07/2019 10:58
Copa América

Jogador é ameaçado de morte após pênalti perdido e polícia abre investigação

  • 03/07/2019 10:58
    • Estadão Conteúdo
    Jogador é ameaçado de morte após pênalti perdido e polícia abre investigação
    | Foto: AFP

    A Procuradoria Geral da República abriu uma investigação sobre as ameaças de morte que teria recebido William Tesillo, lateral-esquerdo da seleção colombiana que errou a cobrança de pênalti que provocou a eliminação da equipe diante do Chile nas quartas de final da Copa América.

    A seleção dirigida pelo português Carlos Queiroz estava entre as favoritas para obter o título do torneio no Brasil, mas caiu por 5 a 4 nos pênaltis após o empate por 0 a 0 nos 90 minutos. Tesillo, que perdeu a quinta cobrança, recebeu ameaças em mensagens na internet, assim como sua esposa.

    Tesillo chegou em Bogotá com a seleção no sábado. Daniela Mejía, sua esposa, denunciou as ameaças no domingo, através de redes sociais. Ela revelou algumas das ameaças em sua conta no Instagram e reproduziu uma que aludia ao assassinato de Andrés Escobar, um defensor que marcou um gol contra no duelo em que a Colômbia perdeu por 2 a 1 para os Estados Unidos na fase de grupos da Copa do Mundo de 1994, um resultado decisivo para a eliminação da equipe. O jogador foi morto quando deixava uma boate em Medellín.


    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.