Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado

Sandro Dias, o Mineirinho, tetracampeão mundial, tem um half pipe particular em Santo André (SP). Bob Burnquist, campeão do mundo em 2000, construiu uma pista gigante no quintal de sua casa, na Califórnia (EUA). Quando estão no Brasil, porém, se deparam com uma realidade diferente. Nesta quinta-feira, os skatistas que disputarão o Rio Vert Jam fizeram um apelo por melhores pistas.

Sandro, inclusive, acaba de chegar de uma viagem pelo Nordeste do país. E o que viu por lá não foi nada bom.

- Percorri diversas cidades seguindo um guia de pistas. Mesmo em vilas de pescadores há skatistas, mas não há pistas decentes. É uma vergonha não termos pistas no Brasil. Porque quando constroem uma quadra poliesportiva não montam também uma pista de skate? – pergunta Sandro Dias.

Nascido no Rio de Janeiro, criado em São Paulo e morador dos Estados Unidos há mais de dez anos, Bob relembra os tempos em que a Cidade Maravilhosa era um dos melhores locais para andar de skate. O half pipe do Rio Sul (em frente a um shopping center carioca), por exemplo, é uma das mais antigas do país, mas hoje está áspera, em más condições.

- É importante que as pessoas tenham o skate como opção, e não apenas o futebol e o vôlei, por exemplo. Há poucas pistas, e as que existem estão em más condições – diz Bob.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]