Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Li ontem que a cúpula do Atlético ficou preocupada com o gol que Alex Mineiro fez contra o Corinthians, o primeiro da vitória gremista por 3 a 0. O gol poderia dificultar sua contratação. Bah, tchê! Que situação. Ter de ficar na torcida para que o atacante sofra ainda mais infortúnios para que o negócio se viabilize é bizarro. Ah, sim, estamos falando de futebol. Então este tipo de coisa é natural.

Sem marcar gol há mais de quatro meses, Alex escutou uma sonora vaia da torcida tricolor quando foi anunciada a escalação do Grêmio pelos alto-falantes do Olímpico. Ali era a hora boa para o Ocimar Bolicenho ligar para o celular de Mineiro e fechar o contrato, por um preço de queima de estoque.

Mas, passados 16 minutos de jogo, pimba!, Alex quebrou seu jejum de gols e a negociação ganhou outros contornos. O valor de sua multa rescisória de R$ 700 mil, que antes de entrar em campo contra o time de Ronalducho teria sido até reduzido, após o gol recobrou fôlego. Maldita gripe de Maxi López, titular que Alex substituiu.

Um dos heróis do título brasileiro de 2001 estava muito perto de voltar, de novo, para o único time em que – ao que parece – seu futebol funciona.

O "esforço financeiro" do Atlético para trazer Alex levou um duro golpe. Acompanhei clique a clique as notícias da contratação. Até o começo da noite de ontem, nada de Alex. Culpa do argentino Maxi López.

Curiosa a notícia de que o atleta de tae kwon do Logan Campbell, da Nova Zelândia, resolveu abrir um bordel num "esforço financeiro" para fazer caixa visando sua participação nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. Seus pais o ajudavam financeiramente, quando deveria ser seu país.

Se Campbell não sofrer nenhuma restrição quanto às origens de seus fundos, poderá inaugurar uma nova modalidade olímpica em Londres, dentre tantas que já inventaram: "tá, eu dou". Mas pagando.

René Simões anunciou que precisa de reforços experientes, da defesa ao ataque. Tem a segunda defesa mais vazada do Brasileiro – perdeu a liderança neste infeliz quesito para o Santos, que foi goleado pelo Vitória por 6 a 2. Com 15 gols contabilizados, seu ataque não é dos piores; o problema são seus fundilhos.

Pior mesmo só o Paraná. Como o Coxa, possui a segunda pior defesa e o terceiro pior ataque. O novo técnico Sérgio Soares ficou apavorado depois dos 5 a 0 que o Atlético-GO aplicou em seu time. O presidente tricolor admitiu que não tem onze jogadores para montar uma equipe. Prometeu três nesta semana. Ainda faltarão oito. E dinheiro para isso tudo? Que "esforço financeiro" poderá ser feito?

É. Talvez a ideia de Campbell não seja tão ruim assim.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]