| Josue Teixeira/Gazeta do Povo
| Foto: Josue Teixeira/Gazeta do Povo

Da sua melhor exibição na temporada, o Paraná tirou a classificação para o mata-mata do Campeonato Paranaense, uma semana leve para o clássico com o Coritiba e uma marca histórica para o clube. Bagagem trazida de Ponta Grossa, onde derrotou o Operário por 3 a 1, neste domingo (22).

Com 17 pontos, em quarto lugar, o Paraná tem gordura suficiente para jogar a última rodada sem risco de ser superado pelo nono colocado. Subirá ao gramado da Vila Capanema em um bolo que vai do terceiro ao sétimo time na classificação, todos separados por apenas dois pontos. O resultado contra o Coxa definirá a posição da chave em que o Tricolor ficará no mata-mata, também se decidirá a vaga à semifinal em casa ou fora.

“A gente sabia que era o jogo da classificação, então nos unimos para entrar 100% concentrados. Agora tem uma semana tranquila para trabalhar bem e pensar no clássico”, disse o goleiro Marcos.

A concentração foi necessária para manter a crise política do clube da porta do vestiário. Também para controlar a queda de rendimento nas duas últimas rodadas, quando o time somou apenas um ponto.

Ricardinho e Carlinhos foram determinantes para mostrar que no Germano Krüger seria diferente. O volante marcou, armou, organizou o setor. Reforçou a condição de ponto de equilíbrio paranista. Carlinhos foi o ponto de desequilíbrio.

Confira a classificação do Campeonato Paranaense de 2015

Chapelou o marcador, ajeitou o corpo, escolheu o canto e bateu forte de fora da área para abrir o placar. Um gol o histórico, o número 900 do Paraná no Estadual. Ainda antes do intervalo, a revelação paranista aproveitou cruzamento de Netinho para ampliar. Ricardinho deu o golpe final no segundo tempo. Vitória que nem o gol de Douglas foi capaz de ameaçar.

“O time vinha de dois resultados negativos então precisávamos de pontos. Entramos bem, focados, mantivemos o equilíbrio e conseguimos a vitória”, comemorou Ricardinho.

Para o técnico Luciano Gusso, chance de ter tranquilidade para trabalhar durante a semana. “A vitória sempre é importante para dar tranquilidade. Você vai com mais confiança para o próximo jogo, mas sabemos que o clássico vai ser complicado”, afirmou o comandante.

Contra o Coritiba, Gusso terá dois desfalques. A dupla de zaga Cleiton e Luiz Felipe tomou o terceiro cartão amarelo.

Craque

Carlinhos

Com dois gols na partida, foi chave para a vitória que garantiu a classificação do Paraná à próxima fase.

Bonde

Andrezinho

Deixou a desejar tanto na marcação quanto no apoio, foi peça nula na partida e acabou substituído no intervalo.

Guerreiro

Ricardinho

O meia é a base de sustentação do meio de campo paranista. Com bom poder de marcação e com boa chegada, Ricardinho defendeu, apoiou e ainda marcou o seu gol.

Chave do Jogo

A boa presença de Carlinhos, que aproveitou as chances que teve e marcou os gols que garantiram a tranquilidade ao Tricolor.

GOLS

1º Tempo

0x1 – 26min.: Carlinhos recebe na entrada da área, dá um chapéu no zagueiro e chuta forte no canto do goleiro.

0x2 – 41min.: Netinho recebe na direita, vai ao fundo e cruza rasteiro para Carlinhos completar para o gol na pequena área.

2º Tempo

0x3 – 20min.: Levantamento da direita, Rossi desvia na primeira trave e Ricardinho aparece por trás da defesa para tocar para o gol.

1x3 – 38min.: Cruzamento na área, Douglas sobe mais alto que Bianor e cabeceia para o gol.

Suspensos

Paraná

Luiz Felipe

Próximos jogos

Paraná

Coritiba (casa).

Operário

Rio Branco (casa).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]