Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Raí presenteia Jadson com camisa que comemora o Mundial de 1992 | Jefferson Bernardes/ Vipcomm
Raí presenteia Jadson com camisa que comemora o Mundial de 1992| Foto: Jefferson Bernardes/ Vipcomm

Paulistão

O calendário apertado dos grandes clubes transformou os campeonatos es­­taduais em "planos B" do primeiro semestre. No Paulista, que co­­meça hoje com seis jogos, o retrospecto, porém, mostra que valorizar o torneio é o primeiro passo para conquistar bons re­­sultados no resto da tem­­­­porada. Desde 2005, quando o Paulis­­­­ta passou de 15 para 19 datas –, o vencedor do torneio al­­cançou, no mesmo ano, ao me­­­­nos uma vaga para a Li­­ber­­tadores do ano seguinte. É com isso em mente que es­­treiam hoje Santos e Corinthians, os dois grandes que entram em campo hoje. O Timão enfrenta o Mirassol, em casa, às 17 horas. Já o Peixe vai encarar o XV de Piracicaba, às 19h30.

O eterno ídolo do São Paulo fez questão de receber seu herdeiro na sucessão da camisa 10. Em uma festa no CT da Barra Funda, ontem, Raí entregou o uniforme que co­­memora a conquista da Li­­ber­­ta­­dores e do Mundial Inter­­clu­­bes de 1992 para Jadson, maior contratação do clube na temporada e que retorna ao Brasil após sete anos na Ucrânia, no Shakhtar Donetsk.

O jogador ficou emocionado. "O Raí é um ídolo no São Paulo. Eu era garoto e acompanhei os dois títulos mundiais. Agora espero honrar essa camisa. Nunca vou es­­quecer esse dia", disse o meia.

"Quan­­do fiquei sabendo que o São Paulo estava interessado, não pensei duas ve­­zes", falou ele, que chegou a ser cotado pelo presidente do Atlético, Mario Celso Petra­­glia, para voltar ao clube que o revelou. O jogador, no fim do ano passado, considerou a volta para o Brasil "muito difícil".

Visto como futura fonte de criatividade do time pela diretoria tricolor, Jadson não tem previsão pa­­ra estrear. "Falar em tempo é difícil. Estou trabalhando firme para que seja o mais rápido possível", re­­sumiu. O Tricolor ainda tenta contratar Nilmar, do Villarreal.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]