Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O técnico Dunga reprovou a arbitragem do francês Stephane Lannoyda na vitória da seleção brasileira sobre a Costa do Marfim, por 3 a 1, em Johannesburgo. Durante a entrevista coletiva neste domingo, o treinador disse que o árbitro deveria ter sido mais rigoroso ao punir os lances violentos dos marfinenses, e considerou injusta a explusão de Kaká.

Para a partida contra Portugal, sexta-feira, pela última rodada do Grupo G da Copa do Mundo, Dunga afirmou que ainda vai pensar no substituto do camisa 10. O comandante falou também que espera contar com Elano, que deixou o campo machucado.

Confira as principais trechos da entrevista:

Excesso de faltas dos marfinenses

"A gente sabia que o jogo seria muito complicado. Eles (jogadores da Costa do Marfim) têm um porte atlético, usam muito a força física, mas fizeram muitas faltas. Todos nós que gostamos de futebol pedimos um espetáculo bom, bonito de se ver. Mas as pessoas que controlam o jogo têm que saber o que é futebol. Fica difícil jogar um futebol-arte quando o árbitro deixa passar lances como os de hoje (domingo)".

Expulsão de Kaká

"Foi totalmente injusta. Ele sofreu a falta e foi punido. O jogador que fez a falta foi premiado".

Substituto de Kaká e condição de Elano

"Vamos pensar nos próximos dias (quem vai entrar na vaga de Kaká). Sobre o Elano, ele é um jogador muito importante, nós esperamos contar com ele. Mas temos o Ramires e o Daniel Alves que também jogam por ali".

O fim do jejum de Luís Fabiano

"Todos os jogadores da seleção confiam no Luis. Qualquer atacante que passa dois ou três jogos sem marcar, acaba se cobrando. E com ele não foi diferente. O Luis vinha de uma lesão e a nossa função era passar confiança e tirar dele essa ansiedade. A gente sabia que o momento dele ia chegar".

Melhora em relaçao à estreia

"O primeiro jogo é sempre difícil por causa da ansiedade. Mas se vocês analisarem todas as seleções, vão ver que elas também melhoraram. Eu falo para os meus jogadores que nessa Copa do Mundo é preciso decidir os jogos em uma oportunidade".

Atitude dos brasileiros no jogo

"Hoje (domingo) eles mostraram maturidade e nenhuma vez revidaram. Eu falo para meu grupo jogar firme, mas, principalmente jogar futebol. O foco deles é jogar futebol, eles têm de fazer o que tem de melhor".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]