Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

copa 2018

Às vésperas da abertura, Rússia encara atraso e desinformação  

Preparativos para Rússia e Arábia Saudita, na próxima quinta-feira (14), ainda estão em andamento. Falta sinalização e informação aos turistas 

  • MOSCOU, RÚSSIA
  • Adriano Ribeiro e André Pugliesi enviados especiais
Operários trabalham em frente da estátua do revolucionário comunista Lênin, no Estádio Luhzniki, palco da abertura da Copa.  | Jonatham Campos, enviado especial/Gazeta do Povo
Operários trabalham em frente da estátua do revolucionário comunista Lênin, no Estádio Luhzniki, palco da abertura da Copa.  Jonatham Campos, enviado especial/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A organização da Copa do Mundo 2018 corre contra o tempo para ajustar os últimos preparativos. Às vésperas do jogo de abertura, na próxima quinta-feira (11), ao meio-dia (horário de Brasília), o trabalho é intenso nas cercanias do Estádio Luzhniki , palco de Rússia e Arábia Saudita .

Há muita pressa para entregar a Copa mais cara da história, ao custo, até então, de cerca de US$ 13 bilhões (R$ 47,8 bilhões), entre infraestrutura e estádios. Investimento expressivo que é resultado de diversas revisões de orçamento que, no entanto, não foram suficientes para realizar todas as tarefas em tempo. 

 Em frente da estátua do revolucionário comunista Lênin, na entrada principal, operários ainda montam estandes de patrocinadores, como o da Coca-Cola. Funcionários reforçam a limpeza no trajeto do metrô até a praça esportiva e placas de sinalização são instaladas para guiar torcedores. 

 Pela cidade, que ainda “esquenta” para o evento, a mesma situação. Postos de informação sobre a Copa do Mundo, nas proximidades da Praça Vermelha, centro de Moscou, estão vazios a três dias de a bola rolar. Ao longo das estações de metrô, também há pouca ou nenhuma informação para turistas. 

 Pior para os visitantes que não são familiarizados com o alfabeto cirílico, a imensa maioria. Encontrar o caminho correto no metrô ou mesmo opções de alimentação viram um desafio. A alternativa é utilizar tradutores pela internet, no celular, para vencer a barreira da grafia e do idioma. 

 O atraso é uma marca do Mundial na Rússia, como também ocorreu no Brasil, em 2014. O país entregou os 12 estádios, em 11 cidades-sede (Moscou possui dois) apenas no início deste ano. A mais problemática foi a Cosmos Arena, em Samara, que pode receber o Brasil nas oitavas-de-final, pronta somente ao final de março. 

 Diante da série de adiamentos, as cobranças da Fifa geraram desavenças com o Comitê Organizador Local. A tensão com os rumos do evento alcançou o governo russo, que chegou a processar quatro empresas contratadas para erguer sete dos 12 estádios da Copa, exigindo mais de R$ 160 milhões em indenizações.

>> Leia também

ESPECIAL Copa 2018: notícias, tabela, agenda de jogos e serviço de TV

TABELA DA COPA: confira os jogos e grupos do Mundial

Receba notícias da Copa do Mundo de 2018 no seu WhatsApp

A Copa do Mundo 2018 no seu celular. Você pode receber mensagens instantâneas, via WhatsApp, para ficar bem informado sobre tudo o que vai acontecer no Mundial da Rússia, com início dia 14 de junho.

Para receber diariamente as principais notícias da Copa e da seleção brasileira é muito fácil. Basta seguir os passos abaixo. É simples.

Junta-se a nós na Copa do Mundo. As notícias serão enviadas do portal do Gazeta do Povo. Seja bem-vindo ao nosso grupo!

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE