i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
justiça

Coritiba tem recurso negado pelo STJD para reduzir suspensão de Kléber

Intenção do Coxa era “trocar” punição do atleta pelo acordo oferecido pelo tribunal, de sete partidas e R$ 230 mil

  • PorVinicius Cordeiro
  • 20/07/2017 20:24
Jogador recebeu punição de 15 jogos de suspensão. | Albari Rosa/gazeta do povo
Jogador recebeu punição de 15 jogos de suspensão.| Foto: Albari Rosa/gazeta do povo

O recurso do Coritiba sobre a suspensão do atacante Kléber foi indeferido pelo procurador-geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Felipe Bevilacqua. Com isso, o Gladiador segue com a punição de 15 jogos pela cusparada e agressão contra o volante Édson, do Bahia. O clube ainda tentará outro recurso.

TABELA: Veja a classificação da Série A

Coritiba contrata Marcelo Oliveira como novo treinador

Leia a matéria completa

O jogador coxa-branca já ficou cinco partidas de fora e agora cumprirá mais dez duelos. Kléber só poderá ficar à disposição do novo técnico Marcelo Oliveira, anunciado na tarde desta quinta-feira (20), no duelo contra os próprios baianos, pela 26ª rodada do Brasileirão, no dia 27 de setembro.

Diretor do Coritiba cita nomes e detona jogadores ao defender Pachequinho

Leia a matéria completa

Com o recurso, o Coxa tentou “trocar” a punição de Kléber. Em negociação antes do último julgamento, a Procuradoria do STJD propôs um acordo que envolvesse R$ 230 mil e sete jogos de gancho – uma partida a mais e R$ 30 mil mais alta do que a proposta do Alviverde.

Inicialmente, o Coxa não aceitou. Entretanto, mais tarde, durante a votação da pena, o Alviverde decidiu aceitar a oferta do STJD. Porém, neste momento o tribunal alegou que a proposição não estava mais disponível. A intenção do Coxa com o recurso era fazer valer a proposta de acordo.

Disposição que não obteve sucesso. A decisão foi mantida pela maioria dos auditores. Bevilacqua lamentou a condenação e declarou que não houve qualquer violação do direito no julgamento de Kléber. Reafirmou também que a punição poderia ter sido transformada em uma multa.

“Cuspe no rosto faz com que a situação seja inevitavelmente mais grave que qualquer outro cuspe. Por todo o conjunto da obra praticada merecia sim mais que a mínima. Praticou inúmeros atos e por muito pouco não causou um problema maior. Com todo o currículo fez tudo o que um atleta de futebol não poderia fazer”, finalizou Bevilacqua.

Confira abaixo o comunicado enviado ao clube:

“De ordem do Dr. Procurador Geral, Felipe Bevilacqua, deste Superior Tribunal de Justiça Desportiva, referente ao Recurso Voluntário nº 234/2017- tendo como Recorrente Coritiba FC, em favor de seu atleta Kléber Giacomazzi e Recorrido Terceira Comissão Disciplinar, informo que através de despacho, foi indeferido o pedido de reconsideração de transação disciplinar.

Informo, outrossim, que segue o despacho em anexo em seu inteiro teor”.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.