Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Técnico Jorginho foi duro ao cobrar jogadores do Coritiba
Técnico Jorginho foi duro ao cobrar jogadores do Coritiba| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

Derrota no clássico Paratiba, jogadores na balada, protestos da torcida. Os últimos dias foram quentes no Coritiba. Mas a vitória nesta terça-feira (8), sobre o Guarani, no Couto Pereira, não só aliviou a pressão, mas serviu para lavar a roupa suja após a turbulência dos últimos dias.

O técnico Jorginho mandou o recado claro aos jogadores que foram cobrados pela torcida após irem à um festival sertanejo horas após o revés para o Paraná. Os atletas foram cobrados pela diretoria e pelo próprio treinador.

“Os jogadores precisam sentir a dor da derrota. Tudo foi resolvido. E não vai acontecer mais. Se acontecer, o jogador está fora. Não trabalha mais comigo", declarou Jorginho.

"Os jogadores pediram desculpas. Eles ficaram uma hora conversando. Eles se cobraram bastante. Isso é importante. Eu tenho certeza que não vai acontecer de novo. A torcida não merece isso. A torcida quer foco, atenção. Quer que o time suba”, bradou o técnico.

O meia Giovanni, que estava entre os jogadores que foram ao show, pediu desculpas publicamente.

“Eu queria pedir desculpas ao torcedor. Eu não quis desrespeitar a instituição. A gente estava acompanhado com as esposas, mas nós erramos. Isso não vai se repetir", prometeu.

"Eu sempre fui profissional pelos clubes que eu passei. Não precisávamos ter ido. As pessoas falam que a gente não tem comprometimento. Eu sei o tamanho da camisa desse clube. Eu vim por um projeto de levar o Coritiba à primeira divisão”, completou Giovanni.

TABELA: Veja a classificação da Série B e os próximos jogos

O jogador ficou no banco de reservas e chegou a se emocionar durante o pronunciamento. “As vezes eu vou treinar virado por não conseguir dormir após uma derrota. Eu fico pensando no lance que eu errei, na jogada que poderia ter feito. Eu posso estar em um dia ruim, mas vontade não vai faltar”, finalizou o camisa 10.

O atacante Robson, que comemorou o gol da vitória com as mãos no ouvido, também deu sua versão sobre os fatos. Ele era um dos atletas que estavam no show.

“Fora daqui eu tenho uma vida, assim como todos os jogadores. Não era o momento, mas temos uma vida e os torcedores precisam entender que somos humanos. Todo mundo merece ter uma vida”, explicou.

Confira as fotos da partida

Próximos jogos do Coritiba

  • Coritiba x Criciúma - 12/10, às 16h30
  • São Bento x Coritiba - 15/10, às 21h30
  • Vila Nova x Coritiba - 19/10, às 16h30

Ficha técnica de Coritiba x Guarani