Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) liberou nesta quinta-feira o Chelsea para realizar contratações. Em setembro, a Fifa proibiu o time londrino de se reforçar. A decisão foi revista pelo CAS, que disse, através de um comunicado oficial, que o time londrino chegou a um acordo amistoso com o Lens.

O Chelsea era acusado de ter contratado irregularmente Gael Kakuta em 2007, quando ele tinha apenas 16 anos. A decisão da CAS confirma o acordo firmado entre os dois clubes. "O contrato assinado entre o jogador e o Lens não era válido. Em consequência, o jogador não pode tê-lo rescindido de forma prematura e sem motivo justo, e o Chelsea não pode ser considerado responsável de ter induzido o jogador a romper seu contrato", disse a CAS, em nota oficial, sobre a solução encontrada entre o clubes e Kakuta.

Com a decisão, o Chelsea está liberado para realizar contratações na próxima janela de transferências. Após a punição em setembro, o time londrino entrou com ação na CAS, que o liberou da punição até o julgamento. Apesar disso, o time não se reforçou em janeiro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]