Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

copa da rússia

De 1º teste na seleção a convocação final do Brasil, Tite só mudou reservas

  • São Paulo
  • Folhapress
 | MAURO PIMENTEL/AFP
MAURO PIMENTEL/AFP
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O técnico Tite convocou nesta segunda-feira (14) seus 23 jogadores para representar a seleção brasileira na Copa do Mundo da Rússia. E foram apenas nove mudanças com relação à primeira lista do treinador no cargo, em agosto de 2016. Quatorze nomes foram mantidos, com a base da equipe titular permanecendo a mesma.

Em seu jogo de estreia, a seleção de Tite bateu o Equador por 3 a 0. O time que entrou em campo naquela ocasião foi: Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Miranda, Marcelo, Casemiro, Renato Augusto, Paulinho, Willian —Philippe Coutinho entrou em seu lugar aos 15 do segundo tempo— Gabriel Jesus e Neymar.

Desses 12 atletas, apenas Daniel Alves, cortado por lesão, não vai à Rússia. O experiente lateral se lesionou na semana passada e vai ficar fora dos gramados por até seis meses. Para a sua vaga, Danilo, do Manchester City, foi a aposta de Tite.

CONFIRA O VÍDEO COM A ANÁLISE DA CONVOCAÇÃO

Naquela primeira convocação, Fagner, do Corinthians, já era o reserva imediato da lateral direita. Filipe Luís, que foi o suplente da ala esquerda, também estava nessa primeira lista e se manteve até agora.

O 14º nome que também esteve na lista de Tite em agosto de 2016 e foi chamado para a Copa do Mundo foi o atacante Taison, do Shakhtar Donetsk.

Assim, a base titular foi mantida, alternando principalmente as posições que vão ocupar a reserva. Como, por exemplo, os dois goleiros suplentes. Marcelo Grohe e Weverton perderam espaço para Ederson e Cássio.

Ederson foi convocado por Tite pela primeira vez em março do ano passado, quando ainda estava no Benfica. No mês seguinte, foi vendido ao Manchester City por 40 milhões de euros (cerca de R$ 145 milhões).

Já Cássio foi treinado por Tite no Corinthians, tendo como principais conquistas o Mundial e a Libertadores de 2012, e mais recentemente o Campeonato Brasileiro de 2015.

Na zaga, se na primeira convocação Tite chamou Gil e Rodrigo Caio para a reserva, as escolhas da lista final foram Geromel, do Grêmio, e Thiago Silva, do Paris Saint-Germain –o zagueiro de 34 anos está indo para a sua terceira Copa do Mundo.

O meio de campo teve três mudanças. Rafael Carioca, Lucas Lima e Giuliano, reservas contra o Equador em 2016, perderam fôlego e deram lugar a Fred, do Shakthar, Fernandinho, do Manchester City, e Douglas Costa, do Bayern de Munique.

No ataque, apenas uma alteração: Gabigol, que em 2016 vivia boa fase no Santos, não vingou na Europa e voltou ao time da Vila sem brilhar. Acabou dando lugar a Firmino, atualmente em grande temporada, na final da Liga dos Campeões da Europa com o Liverpool.

Os 23 convocados por Tite para a Copa se apresentam na próxima segunda-feira (21), na Granja Comary, em Teresópolis.

O Brasil estreia no Mundial dia 17, em Rostov, contra a Suíça. Antes, faz dois amistosos: contra a Croácia, em Liverpool, e contra a Áustria, na Áustria.

VEJA A LISTA DOS 23 CONVOCADOS

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE