i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Brasileiro

Desejo de vingança move dupla Atletiba contra “algozes”

Atlético e Coritiba tentam afastar crise diante dos clubes que os eliminaram da Copa do Brasil – Corinthians e Internacional, respectivamente

  • PorMarcio Reinecken e Robson De Lazzari
  • 25/06/2009 21:03
Nada de gols na final de juniores - Coritiba e Atlético ficaram no 0 a 0 na primeira partida decisiva da Copa Tribuna de Juniores, ontem, no Couto Pereira. O jogo da volta ocorre domingo, às 10h30, na Arena da Baixada. Em caso de novo empate, a decisão do título ocorrerá nos pênaltis. Cerca de 800 torcedores assistiram à partida no Alto da Glória – por questões de segurança, só coxas-brancas puderam acompanhar o duelo. Na Baixada, o privilégio será apenas dos atleticanos. Os rubro-negros seguraram a igualdade no placar mesmo com um jogador a menos desde os 44 minutos da etapa inicial, quando o volante Douglas Maia foi expulso | Valterci Santos/ Gazeta do Povo
Nada de gols na final de juniores - Coritiba e Atlético ficaram no 0 a 0 na primeira partida decisiva da Copa Tribuna de Juniores, ontem, no Couto Pereira. O jogo da volta ocorre domingo, às 10h30, na Arena da Baixada. Em caso de novo empate, a decisão do título ocorrerá nos pênaltis. Cerca de 800 torcedores assistiram à partida no Alto da Glória – por questões de segurança, só coxas-brancas puderam acompanhar o duelo. Na Baixada, o privilégio será apenas dos atleticanos. Os rubro-negros seguraram a igualdade no placar mesmo com um jogador a menos desde os 44 minutos da etapa inicial, quando o volante Douglas Maia foi expulso| Foto: Valterci Santos/ Gazeta do Povo

Atleticanas

Atraso

O primeiro anel do setor Brasílio Itiberê, na Arena da Baixada, será entregue apenas no início de agosto. O atraso da obra – inicialmente prevista para ser terminada até o começo de julho – ocorrerá por causa de uma falha de aproximadamente 10 cm na execução do último degrau das arquibancadas. Para não comprometer toda a estrutura, o degrau será inteiramente refeito.

Definições

Ontem, pelo segundo dia seguido, o técnico Waldemar Lemos testou a formação com Wesley sendo o companheiro de Rafael Moura no ataque e com Chico retornando como segundo volante na vaga de Rafael Miranda. O último treino antes do jogo de amanhã com o Corinthians, na Arena, ocorre hoje no CT do Caju.

Alviverdes

Ariel

A diretoria do Alviverde desmentiu os boatos de que o centroavante Ariel estaria se transferindo para o futebol árabe ou grego. De acordo com o diretor de futebol do clube, Homero Halila, não há proposta oficial por Ariel e nenhum outro atleta alviverde. Contudo, sondagens existiram.

Liberado

O jogador Marcio Gabriel treinou ontem e está liberado para enfrentar o Internacional, domingo, às 18h30, no Beira-Rio. Já o centroavante Bruno Batata foi novamente vetado, pois continua sentindo dores no tornozelo. Rodrigo Mancha, com tendinite no joelho esquerdo também continua no departamento médico.

Thiago Gentil

O atacante foi apresentado ontem no CT da Graciosa, contudo, ainda não sabe quando estará liberado para atuar. Seu contrato com o clube grego Aris acaba dia 30 de junho. Mas a janela para jogadores vindos de fora só abrirá em agosto. O Coritiba tenta encontrar uma brecha para antecipar a estreia do atleta e espera que outros casos semelhantes sejam analisados pela CBF.

Os algozes da dupla Atletiba na Copa do Brasil estarão novamente no caminho dos rivais neste fim de semana. Amanhã, o Atlético recebe o Corinthians; no domingo, o Coritiba visita o Internacional. Reencontros válidos pelo Brasileiro, mas que terão muitas lembranças da competição de mata-mata.

Não está sendo fácil para os atleticanos esquecerem os dois gols sofridos na Arena, entre os 41 e 47 minutos do segundo tempo, na partida de ida contra os paulistas pelas oitavas de final do mata-mata nacional. De 3 a 0, o placar ficou em 3 a 2 e deixou a tarefa muito mais difícil para a volta, no Pacaembu. Lá Ronaldo não deu chance ao Furacão e decidiu: 2 a 0.

A torcida coxa-branca também ainda não digeriu o adeus na semifinal. Após sair na frente em pleno Beira-Rio, cinco minutos de bobeira significaram o resultado de 3 a 1 para os gaúchos. Marcador que nem o embalo do Couto Pereira lotado foi capaz de reverter no segundo jogo (faltou um gol no triunfo de apenas 1 a 0).

As eliminações deixaram lições. Agora, os eternos rivais querem tirar proveito do aprendizado para crescer no Nacional. O Atlético carrega a esperança de vencer pela primeira vez em casa e sair da lanterna. Já o Coritiba aposta na definitiva afirmação com o terceiro triunfo seguido.

"A lição é que não podemos repetir aquela bobeira que demos no Beira-Rio. O Inter tem jogadores rápidos que podem decidir com qualquer descuido", alerta o zagueiro coritibano Cleiton.

"Conseguimos abrir três gols, mas a reação que permitimos aqui foi determinante para a eliminação. Agora será diferente", prevê o capitão atleticano Antônio Carlos.

O respeito às duas equipes mais badaladas do Brasil no momento une jogadores e técnicos da Baixada e do Alto da Glória. Atleticanos e coxas têm opiniões semelhantes sobre os adversários: o Colorado gaúcho teria um grupo mais qualificado, mas o Alvinegro paulista supera no conjunto.

"Tenho acompanhado muito esses dois times. O futebol de ambos tem saltado aos nossos olhos", elogia o treinador rubro-negro Waldemar Lemos.

"Acho (o Inter) que é o melhor elenco do futebol brasileiro. Já não digo o melhor time porque o Corinthians está num momento de futebol muito compacto, competitivo", compara o técnico alviverde René Simões.

Internacional e Corinthians decidem o título da Copa na próxima quarta-feira. Até por isso, não devem utilizar a força máxima nos duelos contra os paranaenses. Fato que não muda a visão de rubro-negros e alviverdes sobre os confrontos.

"Pouco importa se um jogador como o Ronaldo não vem. A qualidade dele é indiscutível, mas temos de encarar quem estiver em campo", pondera o zagueiro artilheiro Rafael Santos, do Furacão. "Independentemente de quem for jogar, é o Inter. Temos de entrar com um único objetivo que é a vitória", diz o volante coxa Jaílton.

Para o Coxa o jogo servirá para comprovar que, com tempo de treinamento, o clube pode sonhar com voos mais altos. Já o Furacão busca respaldar a nova comissão técnica e direção de futebol – Ocimar Bolicenho, contratado junto com Waldemar, mas com o trabalho iniciado nesta semana. Para isso, é necessário que o discurso da dupla vire prática na Arena e no Beira-Rio.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.