O chefão da F-1 Bernie Ecclestone declarou que não vê um favorito para o título da temporada, apesar da vantagem de Hamilton na classificação de pilotos.

- Para mim não há um favorito claro, ainda que Hamilton é o que tem mais possibilidades matemáticas, e isso é uma evidência. Mas tanto como ele, Fernando merece o título por não ter se dado por vencido com seu caráter de lutador, que não se rende por nada, e também Kimi, que chega pela terceira vez seguida no final da temporada com possibilidades de vitória, em sua primeira temporada na Ferrari - declara.

O dirigente britânico mostrou-se animado com a disputa acirrada pelo título, o que deixa a categoria mais emocionante para os aficionados.

- Para mim, o fato de três pilotos terem chegado à última corrida com chances de título é uma das melhores coisas que poderiam ter acontecido com a F-1 nesses tempos.

Ecclestone tratou de defender a importância do espanhol Fernando Alonso, em contrapartida às polêmicas sobre o caso de espionagem na Ferrari.

- Ele é um dos pilotos mais conhecidos em todo o mundo, e foi capaz de bater Michael Schumacher duas vezes consecutivas. Na Espanha, ele levou a F-1 ao primeiro lugar entre todos os esportes, superando em audiências até o futebol. E não só na Espanha, mas em toda América do Sul e Ásia, onde tem milhares de seguidores. Figuras assim fazem a F-1 grande.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]