i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Premiação

Enfim, melhor do mundo, ó pá!

Depois de ver o rival ganhar por quatro anos consecutivos, o português Cristiano Ronaldo supera o argentino Messi e conquista a Bola de Ouro

  • PorAgência Estado
  • 13/01/2014 21:04
Cristiano Ronaldo levou o filho para receber a esperada Bola de Ouro | Ruben Sprich/ Reuters
Cristiano Ronaldo levou o filho para receber a esperada Bola de Ouro| Foto: Ruben Sprich/ Reuters

Personagem

Pelé chora e é ovacionado após Bola de Ouro especial

Pelé já tinha evitado a surpresa preparada pela Fifa e avisado que seria homenageado com uma Bola de Ouro especial por sua carreira. Mas bastou receber o troféu e ser aplaudido de pé para ser vencido pela emoção. O ex-jogador chorou. Teve tempo para se recompor durante a exibição de um vídeo com imagens de quando era atleta profissional. "Prometi para minha família que não ia chorar, mas sou um cara emotivo", disse, em inglês. "Agradeço a Deus por agora ter minha sala de troféus completa."

O maior craque do futebol lembrou de quem o ajudou ao longo da sua trajetória. "Não podemos esquecer que eu não jogava sozinho e daqueles que arrumavam as minhas chuteiras. Eu tenho que compartilhar com eles", afirmou. "Há apenas um nome que fica acima de todos os outros. Seu legado nos inspira. Mais de mil gols em sua carreira e três Copas do Mundo. Este jogador honrou os campos de futebol", disse o presidente da Fifa, Joseph Blatter.

Folhapress

  • Nadine Angerer: goleira alemã é a melhor do planeta
  • Ibrahimovic: gol mais bonito da temporada

Era para ser apenas mais uma festa. Mas o evento de gala da Fifa ontem também foi palco de acusações. A Fifa deu a Bola de Ouro de melhor jogador do mundo para o português Cristiano Ronaldo, o primeiro atleta a sair com um troféu individual sem ter levado seu clube nem sequer a um título durante o ano. Ronaldo superou Frank Ribéry e Lionel Messi.

Mas a decisão causou um profundo desconforto dos alemães, que acusam o processo de ter sido manipulado para favorecer o português. Neste ano, pela primeira vez na história do prêmio, a Fifa ampliou o prazo de eleição, justamente para permitir que os jogos da repescagem das Eliminatórias para a Copa do Mundo pudessem também ser avaliados. Ronaldo levou Portugal para o torneio da Fifa com uma atuação de gala e que causou um impacto mundial.

Mas a ampliação do prazo não incluía o Mundial de Clubes, no qual Frank Ribéry foi eleito o melhor do torneio e saiu como campeão pelo Bayern de Munique. "Algumas pessoas manipularam o processo", disse o presidente do Bayern Munique, Uli Hoeness, antes mesmo do anúncio, ao chegar em Zurique. "Não se ajusta nos planos de alguns que o Bayern ganhe tudo", insistiu, apontando uma "conspiração".

O próprio Ribéry chamou o processo de "vergonha". "Foi o meu ano. Não vejo lógica [ao não ganhar]". Ele ficou na segunda posição no prêmio. "Não posso fazer mais para ganhar a Bola de Ouro. Ganhei tudo este ano", disse o francês.

Com ou sem polêmica, Cristiano Ronaldo saiu coroado de Zurique com a segunda Bola de Ouro de sua carreira e a confirmação de que faz parte da história do futebol. A primeira ele recebeu em 2008. Mas, desde então, Lionel Messi havia dominado todas as premiações. Neste ano, o argentino ficou na segunda posição na votação.

"Não há palavras para descrever esse momento. Estou muito feliz. Obrigado a todos os meus companheiros do Real Madrid e da seleção. É um orgulho enorme, as pessoas que me conhecem sabem o sacrifício que foi. É um momento muito emocionante para mim e não consigo falar", disse Cristiano Ronaldo, que chorou muito na entrega do prêmio e subiu ao palco acompanhado do filho.

O técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, votou pelo português como o melhor, colocando Messi em segundo e Ibrahimovic em terceiro. Em 57 jogos, Cristiano Ronaldo marcou 69 gols, comandou o Real Madrid e garantiu a presença de Portugal na Copa do Mundo. Mas 2013 também foi um ano de polêmicas. Joseph Blatter, presidente da Fifa, zombou em um evento público do comportamento do português em campo.

Nesta segunda-feira, Blat­­ter tentava apagar o mal-estar, dizendo que telefonou para o português para se explicar. Mas o resultado foi uma onda de queixas do Real Madrid contra a Fifa e até a acusação de Cristiano Ronaldo de que Blatter e sua entidade sempre saíam ao apoio de Messi.

Segundo analistas, o prêmio pode garantir que o salário anual de Cristiano Ronaldo suba para 50 milhões de euros por ano, o maior valor já obtido por um atleta no futebol.

Neymar

Na eleição de melhor jogador do mundo de 2013, Neymar recebeu votos, basicamente, de representantes de países cujas seleções es­­tão entre as piores do ranking da Fifa. Ele ficou na quinta colo­­cação com 65 indicações, atrás do português Cristiano Ronaldo, do argentino Messi, do francês Ribéry e do sueco Ibrahimovic. O bra­­sileiro foi votado, por exemplo, por jogadores, treinadores e jornalistas de San Marino (207º), Somália (203º), Eritreia (200º), Samoa Americana (196º), República Democrática do Congo (196º), entre outros.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.