O Estudiantes é o campeão do Torneio Apertura de 2010. Com campanha irretocável em casa – nove vitórias, inclusive a deste domingo, fora do Ciudad de La Plata –, a equipe de La Plata derrotou o Arsenal de Sarandí, por 2 a 0, em Quilmes, e conquistou o seu quinto título nacional. Os gols do triunfo foram do atacante Gaston Fernández e do meia Benítez.

O resultado interessa diretamente aos brasileiros Cruzeiro e Corinthians. A Raposa terá direito a duas revanches diante do algoz da Libertadores de 2009 na edição de 2011. O Timão, por sua vez, cairá na pedreira do Grupo 7 se passar pelo Colombia 3 na pré-Libertadores. O Guaraní, do Paraguai, completa a chave.

Vélez termina ano de centenário com vice

O título veio independente da vitória do Vélez Sarsfield sobre o Racing, fora de casa, por 2 a 0. O Estudiantes terminou a competição com 45 pontos, dois a mais que o rival na disputa pelo caneco. Só um empate do Pincha e uma vitória do Vélez forçariam a disputa de um jogo extra no meio da semana. Martínez e Moralez marcaram no Cilindro.

Apesar da boa campanha no Apertura, o vice-campeonato encerra um ano de centenário de decepção para o Vélez. Nono colocado no Clausura, eliminado nas oitavas de final da Taça Libertadores para o Chivas e para o Banfield na fase nacional da Copa Sul-Americana, a equipe terminou a temporada sem um título sequer, em caso semelhante ao do Corinthians no Brasil.

O alento é a classificação para o Grupo 4 da Libertadores, chave teoricamente mais fácil do que a do Estudiantes, ao lado de Caracas, da Venezuela, Universidad Católica, do Chile, e Chile 3 ou Bolívar, da Bolívia.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]