i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Vôlei

Ex-jogadora italiana do Rexona revela que já foi assediada por jogadoras homossexuais

Francesca Piccinini revela a compra de vibradores e conta que já fez sexo com o namorado vestido com o seu uniforme do Bergamo, time que defende

  • PorGloboEsporte.com / Globo.com
  • 20/10/2009 12:01

Uma das musas da seleção italiana de vôlei, Francesca Piccinini não é só uma bela jogadora. Ela adora causar polêmica. Em 2005, depois de fazer um calendário sensual para uma revista, a atacante disse que posa por prazer, desfila por dinheiro e joga por profissão. Em entrevista ao programa da TV local "Le Iene Show", Picci, como é chamada pelos fãs, confessou ter feito sexo com o namorado vestido com o seu uniforme do Bergamo, clube que defende, e revelou existir homossexualismo no vôlei. E foi mais além...

"Conheço algumas meninas. Inclusive, já fui assediada por algumas delas".

A italiana disse não ter nada contra as jogadoras que são homossexuais e contou que existe um hábito feminino de uma olhar os seios das outras no vestiário.

"Eu sou a que tem os menores", garantiu ela.

No entanto, Piccinini fez questão de frisar que gosta de homem. Durante a entrevista, noticiada no site "Volleyball.it", a ex-jogadora do Rexona não se esquivou das perguntas sobre sexo e contou algumas intimidades, como a compra de "mimos" e vibradores, além de fetiches com carros e elevadores.

"Não gosto de ser amarrada na cama. Certa vez, fiz sexo com meu namorado vestindo meu uniforme completo. Camisa, short, joelheiras, tudo...".

A parte constrangedora ficou por conta da relação com a modelo italiana Elenoire Casalegno. Esta namorou, em momentos distintos, o DJ Ringo e o cantor Osmar Pedrini. Ambos, porém, a deixaram por Piccinini. Os boatos que rolam na Itália é que a jogadora de vôlei "roubou" os dois de Casalegno, situação que é negada pela atacante. Mas ela deixa a polêmica no ar...

"Eu não roubei homem de ninguém. Eles estavam lá... isso é errado? Ultimamente, sei que Casalegno me odeia, mas não entendo o motivo".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.