Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

"Ter uma família é a melhor que já me aconteceu". Essa foi uma declaração do golfista norte-americano Tiger Woods em entrevista gravada antes dele se envolver em um escândalo sexual.

A entrevista, para a emissora paga Sky, foi realizada em Melbourne no mês passado e transmitida na Nova Zelândia na terça-feira.

A emissora tinha a intenção de passar a entrevista no dia 25 de dezembro, mas a antecipou depois que o golfista número 1 do mundo anunciou na sexta-feira que dará uma "pausa por tempo indeterminado" no golfe e admitiu infidelidade no casamento.

A entrevista, feita pelo respeitado cronista esportivo Murray Deaker, tinha como foco principal o relacionamento de Woods com seu caddie (espécie de assistente dos golfistas durante as partidas) Steve Williams, que é neozelandês.

"Família primeiro e golfe segundo, é sempre assim?", perguntou Deaker.

"Sempre", respondeu o golfista. "Foi fantástico, na verdade. Foi a melhor que já me aconteceu."

Woods disse que aprendeu sobre os valores familiares com sua mãe, Kutilda.

"Ela era a disciplinadora na nossa família. Vocês imaginam que meu pai (Earl), um ex-integrante das Forças Especiais, seria o durão, mas não", comentou. "Minha mãe era durona", comentou em um dos poucos momentos da conversa em que sorriu.

Woods disse que passou a ter menos tempo para dedicar ao seu jogo depois de ter se tornado pai, mas disse que a capacidade de gerenciamento de tempo que aprendeu na Universidade de Stanford eram inestimáveis.

"Aprendi muito em Stanford, e isso foi muito útil quando eu passei a ter uma família."

"Não treino tanto quanto eu costumava treinar. Não passo tanto tempo no campo de golfe quanto eu passava."

"Minha concentração é muito mais intensa do que costumava ser, porque não tenho tempo."?

"Qualquer coisa que eu precise fazer, será num curto espaço de tempo."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]