i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Incêndio do Flamengo

Flamengo faz acordo com a família de sétima vítima da tragédia do Ninho do Urubu

    • Estadão Conteúdo
    • 27/07/2020 18:51
    CT Ninho do Urubu foi atingido por incêndio em fevereiro de 2019
    CT Ninho do Urubu foi atingido por incêndio em fevereiro de 2019| Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

    A diretoria do Flamengo anunciou, nesta segunda-feira (27), que chegou a um acordo de indenização com a família do lateral-direito Samuel Thomas Rosa, representada pela Defensoria Pública, uma das dez vítimas da tragédia no Ninho do Urubu, que aconteceu no dia 8 de fevereiro de 2019.

    "É verdade. Fechamos com mais uma família. Contudo, nos foi pedida máxima discrição. Portanto, em respeito à família não passarei maiores informações. Nosso compromisso é trabalhar com respeito máximo e a seriedade que esse assunto demanda", escreveu Rodrigo Dunshee de Abranches, vice-presidente jurídico e geral do Flamengo.

    Com este acordo, restam três acertos a serem feitos. Arthur Vinícius, Christian Esmerio, Pablo Henrique e o lado materno de Rykelmo, que entrou com uma ação judicial contra o Flamengo e pede um valor de R$ 6,9 milhões.

    As famílias de Jorge Eduardo, Athila Paixão, Gedinho, Rykelmo (lado paterno), Vitor Izaias e Bernado Pisetta também já acertaram o valor da indenização a que terão direito.

    Apesar dos acordos, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro havia anunciado em junho que decidira denunciar oito pessoas pelo incêndio no Ninho do Urubu, em 8 de fevereiro de 2019, que causou a morte de dez atletas das categorias de base do clube, além de ferir outros três.

    Segundo o MP-RJ, eles vão responder por incêndio culposo (sem intenção). Entre os acusados, está Eduardo Bandeira de Mello, que presidiu o Flamengo entre janeiro de 2013 e dezembro de 2018.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.