Com o Rio ao fundo, as boas-vindas a Adriano no site do Le Havre. | Reprodução/ Le Havre
Com o Rio ao fundo, as boas-vindas a Adriano no site do Le Havre.| Foto: Reprodução/ Le Havre
  • Adriano fez turismo por Le Havre antes de ir ao estádio do clube.
  • Adriano no estádio do Le Havre, momento antes de dar o pontapé inicial em partida da Ligue 2.
  • Adriano passeou por Le Havre e terá o fim de semana para decidir se assina com o clube.
  • Adriano concede entrevista ao site oficial do Le Havre.
  • Adriano concede entrevista ao site oficial do Le Havre.
  • Adriano ganhou até um desenho vestido de Imperador para celebrar sua passagem por Le Havre.

Com um tratamento digno de imperador, o atacante Adriano conhece, nesta sexta-feira (31), a estrutura do Le Havre, time da segunda divisão francesa. O jogador que defendeu o Atlético no primeiro semestre foi recebido pelo presidente do clube, conheceu a cidade, concedeu entrevista e deu o pontapé inicial da partida contra o Arles, pela Ligue 2.

"Se tudo der certo, e a gente fechar acordo entre sábado e domingo, na segunda-feira ele já fará os exames médicos. Depois é ver o resultado. Para mim, ele teria de começar treinando com o time por volta do dia 15 de novembro, para estar pronto para jogar em janeiro", disse, confiante, Christophe Maillol, presidente do clube francês.

O plano de Le Havre é fazer um trabalho de condicionamento físico com Adriano pelos dois próximos meses e registrá-lo em janeiro, para a segunda metade da competição. Desde 2009 o Le Havre está fora da elite do futebol francês. A oferta do clube do litoral norte da França será de 30 mil euros mensais (cerca de R$ 90 mil).

Em entrevista ao site do Le Havre, Adriano garantiu que seu maior problema é falta de ritmo de jogo. Sua última partida foi dia 8 de abril, pelo Atlético, contra o The Strongest, em La Paz, pela Libertadores. O Imperador fez o gol do Furacão, que perdeu de virada e acabou eliminado ainda na fase de grupos.

"Eu tenho trabalhado muito para manter a minha forma física. O que eu mais sinto falta no momento é de ritmo de competição", disse o atacante de 32 anos.

Imperador conquista Le Havre

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]