Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
 | Daniel Castellano/Gazeta do Povo
| Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Depois de despertar a ira dos torcedores ao chamar o Atlético de “time que só sabe jogar no gramado sintético”, a empresa de manutenção de gramados de estádios de futebol e centros de treinamento Greenleaf Gramados postou um pedido de desculpas à torcida e ao clube na noite desta terça-feira (15).

“Hoje fizemos um post que gerou enorme polêmica. Jamais foi nosso objetivo desrespeitar, provocar, insultar, ofender ou desmerecer o Clube Atlético Paranaense e sua torcida. Estamos aqui, publicamente para pedir as mais sinceras desculpas a quem porventura tenha interpretado o post extremamente infeliz (já retirado do ar) de forma ofensiva”, escreveu a empresa carioca.

Mais cedo, a Greenleaf havia ironizado o desempenho ruim do Furacão fora de casa e atribuído ao gramado sintético da Arena a culpa pela performance. “O time que só sabe jogar no gramado sintético vem aqui enfrentar o Fluminense. Caso perca, será a 10ª derrota seguida do Atlético Paranaense como visitante. O time faz a pior campanha em um Brasileiro como visitante desde 1991. Mas há quem diga que o tipo de gramado não influencia”, havia postado a empresa horas antes do jogo entre Atlético e Fluminense no Maracanã. A partida terminou em empate.

Tal comentário rendeu resposta inclusive do técnico atleticano, Paulo Autuori, que sugeriu à empresa “cuidar de cocô de galinha, de fazer adubo, que é o que fazem bem”. “Falar que a grama sintética é responsável pela nossa campanha em casa é não ouvir os jogadores e não fazer leitura técnica e tática das partidas”, disse o treinador rubro-negro após a partida.

A empresa apontou que pretendia promover debate sobre o fato de clubes acostumados ao gramado natural não terem o mesmo desempenho no gramado sintético e vice-versa. “A Greenleaf também trabalha com gramados sintéticos e semi-sintéticos há anos e reconhece a qualidade de ambos, cada um com suas vantagens e desvantagens que já expusemos aqui em posts anteriores”, escreveu.

”Nos 28 anos de história da Greenleaf , por várias vezes tivemos o Atlético Paranaense como nosso cliente, inclusive na construção dos gramados do CT do Caju”, relativizou a empresa.

Confira a postagem na íntegra:
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]