Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Torcedora mirim acompanha jogo do Furacão na Baixada. | Jonathan Campos/Gazeta do Povo
Torcedora mirim acompanha jogo do Furacão na Baixada.| Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo

Vencer pela torcida é o mote do Atlético para as últimas cinco rodadas do Campeonato Brasileiro. Com 46 pontos, o Furacão atingiu a pontuação necessária para permanecer na Série A em 2015, e tem chances apenas matemáticas de se classificar para a próxima Libertadores. A equipe entra em campo neste domingo (16), às 17 h, para enfrentar o Sport, mas cumprir tabela não passa pela cabeça do técnico Claudinei Oliveira. Para o treinador, o Furacão deve dar o seu melhor para aqueles que vão até o estádio apoiar. "O torcedor não quer ir até a Arena e pagar o ingresso para ver uma equipe sem pretensões", afirmou Claudinei. "Temos de jogar com seriedade e honrando a camisa. O torcedor pede raça e empenho e isso não pode faltar. Temos obrigação de jogar bem", completou o comandante rubro-negro. O goleiro Weverton também pede para a equipe se manter concentrada. "A gente tem de encarar como tem encarado todos os jogos, ainda mais dentro da Arena, nossa casa. Certamente o estádio estará lotado e esperamos fazer um grande jogo", declarou o camisa 1, que promete empenho. "O campeonato não acabou, não é porque alcançamos o número para não cair mais que vamos parar", assegura o camisa 1. Claudinei destaca o histórico recente do Furacão – a equipe venceu suas últimas quatro apresentações em casa. "Trazemos o torcedor para o nosso lado, incentivando, o time se acostumando a jogar com o apoio na Arena", disse, lembrando do período em que a equipe cumpriu pena de mando de campo. "Estamos mais habituados a tudo, o cenário está favorável e esperamos encerrar a temporada com bons jogos", completa o técnico.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]