Lateral Sudicley cai durante a derrota para a Ponte: Atléico chega à quarta derrota seguida no Brasileirão | Daniel Castelolano  / Gazeta do Povo/
Lateral Sudicley cai durante a derrota para a Ponte: Atléico chega à quarta derrota seguida no Brasileirão| Foto: Daniel Castelolano / Gazeta do Povo/

Apesar da pressão, Milton Mendes segue no comando do Atlético

Leia a matéria completa

Sob uma atmosfera de forte cobrança da torcida, o Atlético perdeu para a Ponte Preta por 2 a 1 neste domingo (27) e chegou à quarta derrota seguida no Brasileirão - são seis jogos sem vencer. A Ponte, por sua vez, venceu a quarta em sequência. O resultado instaurou de vez a crise no Rubro-Negro, que agora ocupa a 11ª colocação, com 38 pontos, se distancia do G4 com sete pontos de distância, e se aproxima perigosamente da zona do rebaixamento, também a sete pontos.

Os dois gols da Macaca foram feitos por Biro-Biro, que tem seis no campeonato, três deles justamente contra o Atlético. O jogador teve liberdade para atuar, especialmente no segundo gol. No primeiro, aos 14 do primeiro tempo, o atacante Borges disputou com quatro marcadores na área e a bola sobrou para Biro-Biro chutar de primeira. No segundo gol paulista, aos 18 do segundo tempo, Biro-Biro novamente recebeu a bola na esquerda, aproveitou a falha do sistema defensivo, não encontrou marcação alguma e marcou com tranquilidade. O meia Bruno Motta marcou o único gol rubro-negro aos 29 do primeiro tempo - ele matou a bola no peito na área e chutou rasteiro.

A torcida não perdoou a atuação da equipe. Após um primeiro tempo de trégua, quando o gol de empate de Bruno Mota criou esperança, a atuação do time, com defesa insegura e o ataque estéril, acabou com o clima de paz. As cobranças e vaias acompanharam o time, sendo potencializadas após o segundo gol da Ponte e ao término da partida - ambos foram do atacante Biro-Biro.

A reza dos jogadores no apito final, puxada pelo Milton Mendes no centro do gramado, teve vaias como trilha sonora e gritos de “Vergonha” até que todos deixassem o gramado e fossem para os vestiários. Para o volante Otávio, o time tentou de tudo.

“Uma Arena dessa não pode ter um gramado assim”, reclama Borges do estádio do Atlético

Leia a matéria completa

“É aquilo que vem se repetindo. Temos feito nosso melhor, criado bastante, mas não aproveitamos as chances”, lamentou, lembrando que a Macaca fez o que eles esperavam, jogou fechada e nos contra-ataques, e mesmo assim teve sucesso.

O Atlético teve mais posse de bola – 62% x 38% - e, criou muito mais que o adversário. O Furacão acertou o dobro de passes (416 x 202), teve 13 escanteios a seu favor, contra dois da Ponte. Em finalizações, o Atlético teve 17 chances, embora apenas duas corretas, contra oito da Ponte. A eficiência, no entanto, pesou para a definição do placar. Das três oportunidades que teve, a Ponte marcou seus dois gols.

Confira quem foram os destaques da partida:

Craque

Biro Biro

Fez os dois gols do jogo e causou um estrago na frágil zaga atleticana durante todo o jogo.

Bonde

Vilches

Perdido na marcação, se posicionou mal durante todo o jogo e apenas assistiu aos gols da Ponte Preta.

Guerreiro

Borges

Não fez gol mas puxou a marcação e foi a referência da Macaca no campo de ataque. Ainda perdeu um gol incrível.

Gols

1º tempo

0 x 1 (14 min) – Biro Biro(Ponte Preta) - Borges brigou com quatro marcadores do Atlético dentro da área e ninguém afastou até a bola sobrar nos pés de Biro Biro que chutou de primeira e abriu o placar

1 x 1 (29 min) – Bruno Mota(Atlético) - Marcos Guilherme ajeitou de cabeça para Bruno Mota, que matou a bola no peito e chutou rasteiro no cantinho de Marcelo Lomba

2º tempo

1 x 2 (18 min) – Biro Biro(Ponte Preta) - O atacante recebeu livre na esquerda e foi cortando para o meio até finalizar sem marcação no canto de Weverton

Chave do jogo

Sem Walter e Nikão, Atlético falha nas finalizações, defesa vai mal novamente, e Ponte Preta aproveita para vencer com dois gols de Biro Biro

Cartões

Amarelos: Eduardo e Hernani (Atlético); Felipe Azevedo, Fernando Bob, Biro Biro e Diego Oliveira(Ponte Preta)

Suspensos: Fernando Bob (Ponte Preta)

Próximos jogos:

Atlético: São Paulo (fora); Cruzeiro (casa); Corinthians (casa)

Ponte Preta: Corinthians (casa); Palmeiras (fora); Coritiba (casa)

  • Biro-Biro abre o placar na vitória da Ponte Preta sobre o Atlético.
  • Sidcley, do Atlético, disputa a bola na derrota para a Ponte Preta.
  • Jogadores do Atlético e o técnico Milton Mendes deixam o gramado da Arena sob protestos da torcida.
  • Goleiro Marcelo Lomba comemora o gol da vitória da Ponte Preta diante do técnico Milton Mendes, do Atlético..
  • Biro-Biro chuta para marcar o segundo gol da vitória da Ponte Preta sobre o Atlético.
  • Torcedor triste com a quarta derrota seguida do Atlético, diante da Ponte, no Brasileirão
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]