i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
eleições

Grupo de oposição do Atlético mira candidatura independente para não repetir crise do Coritiba

  • PorRobson Martins
  • 09/10/2015 17:31
Judas  Tadeu Mendes acha difícil que a oposição atleticana se una nas urnas em dezembro | Gazeta do Povo
Judas Tadeu Mendes acha difícil que a oposição atleticana se una nas urnas em dezembro| Foto: Gazeta do Povo

O Coritiba virou o exemplo que pode distanciar definitivamente os dois grupos de oposição do Atlético na eleição de dezembro.

Segundo o empresário Judas Tadeu Grassi Mendes, um dos líderes do Democracia Atleticana, formado por dissidentes da atual gestão do presidente Mario Celso Petraglia, existem empecilhos para uma união com a chapa liderada por Henrique Gaede. A justificativa é que se a relação já não é boa agora, existe um temor de como ela se daria caso saíssem vencedores no pleito.

Para desafiar Petraglia, Paulo Rink exige apoio total da oposição do Atlético

Leia a matéria completa

“Não queremos que ocorra com o Atlético o que aconteceu com o Coritiba, onde a diretoria rachou por divergências após as eleições. Se já está difícil agora, no namoro, imagina no casamento”, afirmou.

Mendes garante que não será candidato à presidência, mas que a chance de o movimento ter um representante próprio é de 80%. A data-limite para inscrição da chapa é 16 de novembro.

Durante diversas vezes na entrevista, o empresário deixou claro que há um desgaste na relação com os oposicionistas, especialmente pela falta de diálogo. “Eles acreditam ser a nata da oposição, os donos da verdade. Nunca fomos chamados para conversar, com exceção de uma pessoa do nosso lado que foi chamada”, criticou. “Habilidade política e respeito valem ouro”, emendou.

O representante do grupo Democracia Atleticana, que tem o ex-presidente José Carlos Farinhaki como apoiador, também não gostou de ler a declaração do vereador Paulo Rink à Gazeta do Povo de que não aceitaria um convite para concorrer caso a oposição não estivesse unida. Para ele, faltou tato para realizar uma reunião conjunta.

“Nós já tínhamos falado com o Rink antes. Eles, em vez de chamarem todo mundo para conversar, não fizeram isso”, reclamou Mendes.

Outro lado

Procurado pela reportagem, Henrique Gaede afirmou que não existe divergência os dois grupos, mas sim um conflito de ideias e interpretações do que seria melhor para o clube.

“Sempre houve essa disposição de conversar pelo nosso lado. Tanto que foi nomeado um interlocutor de cada lado para que isso ocorresse e acho que isso que o Judas não teria entendido”, afirmou.

Porém, a insatisfação de Mendes demonstrada em grupos internos de Whats App e em correspondências por e-mail teriam dificultado uma eventual união. “Houve uma precipitação do professor Judas, a postura que ele adotou cria um distanciamento”, admite Gaede.

“Eu me considero amigo do professor e fico surpreso que ele não me procurou. Estamos sempre abertos à negociação. Mas agora, com as declarações dele em grupos internos e correspondências, complicou bastante”, finaliza.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.