Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | /Gazeta do Povo
| Foto: /Gazeta do Povo

Atlético e Coritiba duelarão no próximo domingo (20), às 16 horas, na Arena da Baixada, pela 10.ª rodada do Campeonato Paranaense. Este será o embate número 328 em competições oficiais. O Furacão é o atual terceiro colocado, com 16 pontos, enquanto o Coxa aparece uma posição abaixo, com 14 (veja como está a classificação completa).

O próximo clássico guarda uma série de situações especiais. Confira abaixo as dez principais.

1- Grama sintética

Gazeta do Povo

Será a estreia do clássico mais tradicional do estado na era da grama sintética na Baixada. Além de alguns treinamentos no novo piso, os donos da casa já disputaram três partidas no gramado artificial e chegam melhor preparados neste aspecto. Os visitantes, por sua vez, admitem certa preocupação com a novidade. “Vai ser um clássico com uma dificuldade a mais”, destaca o volante Alan Santos. Visando amenizar o estranhamento, o Coxa vai realizar dois treinos no campo artificial do Trieste, em Santa Felicidade.

2- Walter

GIULIANO GOMES/PrPress

Após vestir a camisa do Sport, fazer juras de amor ao clube pernambucano e na sequência acertar a permanência no Atlético, Walter ainda não marcou nos cinco jogos que disputou em 2016. Poupado na vitória sobre o PSTC, domingo (13), o camisa 18 terá a oportunidade de encerrar a seca contra o Coxa. De quebra, poderá apagar a imagem deixada no último clássico, quando perdeu um gol cara a cara com Wilson, sentiu uma lesão e pediu para ser substituído. O Furacão perdeu por 2 a 0, no Couto Pereira, em duelo no segundo turno do Brasileirão.

3- Gilson Kleina

Albari Rosa/Gazeta do Povo

Se a vitória por 3 a 0 sobre o Paraná no clássico pela 8.ª rodada deu sobrevida ao técnico coxa-branca no cargo, a derrota por 1 a 0 para o J. Malucelli no último domingo (13), no Ecoestádio, fez a pressão sobre Kleina voltar. O Atletiba poderá ser crucial para o treinador. Se por um lado uma vitória e uma boa atuação darão moral ao comandante, um resultado negativo, aliado a um baixo desempenho, farão com que Kleina fique na corda bamba alviverde novamente.

4- Kléber

Albari Rosa/Gazeta do Povo

O Gladiador sentiu uma lesão muscular na coxa esquerda na vitória por 4 a 0 sobre o Operário, pela quinta rodada, e desde então desfalca a equipe. Com a expulsão do paraguaio Ortega na derrota para o Jotinha, Kleina aguarda agora o retorno de Kléber para ser a referência do ataque alviverde no Atletiba. A previsão é de que o jogador volte aos treinos nesta semana e esteja em campo na Baixada. Ele ainda é o artilheiro da competição, com oito gols.

5- Paulo Autuori

Antônio More/Gazeta do Povo

Contratado no dia 7 de março para substituir o demitido Cristóvão Borges, Autuori observou dos camarotes do Mineirão a derrota atleticana para o time reserva do Cruzeiro, pela Primeira Liga. Em sua estreia no banco de reservas, o treinador comandou a goleada por 4 a 0 sobre o PSTC, na Baixada, domingo (13). Com discurso afinado ao da diretoria rubro-negra, uma vitória no Atletiba pode conferir a Autuori a confiança necessária para desenvolver seu trabalho no Furacão com maior tranquilidade.

6- Ingressos

Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

O primeiro Atletiba do ano não terá promoção de ingressos, que custarão R$ 100 (R$ 50 meia-entrada), tanto para a torcida do Atlético como para a do Coritiba. O valor é 33% menor do que o cobrado no último clássico na Baixada. Em julho de 2015, em jogo válido pelo primeiro turno da Série A, as entradas saíram por R$ 150 (R$ 75 a meia). “Mesmo que alguns entendam que é um valor que algumas pessoas não conseguem pagar, é o que podemos fazer para esse jogo”, diz o presidente atleticano Luiz Sallim Emed.

7- Setor visitante

Hugo Harada/Gazeta do Povo

O duelo vai marcar o novo local da torcida visitante na Arena. Ao invés do local até então destinado aos forasteiros, no setor Madre Maria inferior, os torcedores alviverdes ficarão posicionados no setor Madre Maria superior. A entrada, como habitualmente acontece, acontecerá pela Rua Petit Carneiro.

8 - Segurança

Daniel Derevecki / Arquivo GRPCOM

O esquema de segurança para o clássico será definido pela Polícia Militar até o final desta semana. No último duelo entre as equipes, em setembro de 2015, pelo segundo turno do Brasileirão, no Couto Pereira, a PM destacou o 12.º Batalhão da Polícia Militar (12.º BPM), com o apoio do 1.º Comando Regional da PM, da Guarda Municipal, do Ministério Público, da Delegacia Móvel de Atendimento ao Futebol e Eventos (Demafe), da Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) e do Ministério Público. Dezesseis pontos de bloqueio foram definidos próximos ao estádio.

9 - Arbitragem

Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Questão sempre delicada em clássicos, a definição do trio de arbitragem que comandará o primeiro Atletiba do ano sairá na quinta-feira (17). O sorteio a ser feito pela Federação Paranaense de Futebol (FPF) está programado para acontecer às 14 horas.

10- Retrospecto

Atlético e Coritiba disputaram 327 Atletibas oficiais até agora. O Coxa leva vantagem no número total, com 128 vitórias, contra 102 triunfos do Furacão. Em 97 oportunidades o clássico terminou empatado. No total, o Alviverde anotou 485 gols, contra 430 bolas na rede do Rubro-Negro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]