Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Infografia/Gazeta do Povo
| Foto: Infografia/Gazeta do Povo

Após terminarem suas respectivas participações dentro de campo na primeira fase do Estadual no último domingo (27), as oito equipes classificadas aguardam o julgamento do Londrina no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), quinta-feira (31), para saber quem vão enfrentar nas quartas de final.

MATA-MATA: veja as possibilidades de confrontos na próxima fase

CLASSIFICAÇÃO: veja como terminou a 1ª fase do Paranaense

O Tubarão tenta recuperar definitivamente os seis pontos perdidos pela escalação irregular do volante Germano, na primeira rodada. A decisão dos tribunais, por sua vez, terá influência direta no caminho dos candidatos até a final.

Veja abaixo qual veredito seria o ‘mais favorável’ para cada um dos clubes classificados.

Atlético - Londrina punido

Com ou sem punição ao Londrina, o caminho do Furacão promete dificuldades. No entanto, é preferível para o time comandado por Paulo Autuori que o Tubarão seja punido, cenário que evitaria um Atletiba decisivo logo nas quartas de final. Pior: atrás do Coxa na classificação, o Atlético jogaria o duelo de volta no Couto Pereira.

Já em caso de punição do time do interior, o Rubro-Negro enfrentaria justamente o Tubarão nas quartas de final, com a vantagem de fazer a partida de volta na Baixada, pois terminaria à frente do adversário na classificação. Além disso, só enfrentaria o Coxa em uma possível final.

Coritiba - Londrina punido

Assim como para o Atlético, para o Coxa é melhor que o Londrina tenha a punição de seis pontos confirmada, evitando o Atletiba logo nas quartas de final e a possibilidade de enfrentar o próprio Tubarão nas semifinais.

Com o time do interior punido, o Coxa duelaria com o Toledo, nas quartas de final, tendo a vantagem de atuar em casa no jogo de volta. E pegaria o vencedor de Jotinha e PSTC na semi, enfrentando os rivais Atlético ou Paraná somente em uma possível final.

Paraná - Londrina absolvido

A situação do Tricolor é curiosa. Se por um lado a confirmação da punição ao Londrina deixaria o Tricolor na liderança da primeira fase, por outro, o resultado faria com que o time comandado por Claudinei Oliveira trilhasse um caminho bem mais complicado até as finais.

Com o Londrina punido, o Paraná seria o líder, mas poderia enfrentar Atlético ou Coritiba logo nas semifinais. Já sem a punição ao Tubarão, o Tricolor cairia para a segunda colocação, mas enfrentaria o PSTC nas quartas, além do vencedor de Jotinha e Toledo nas semifinais, evitando a dupla Atletiba até a decisão.

J. Malucelli - Londrina punido

O caminho do Jotinha até a final será semelhante tanto em caso de punição, como de absolvição do Londrina nos tribunais. Em ambos os panoramas, a equipe do Barigui enfrentaria um adversário do interior nas quartas de final (Toledo ou PSTC) e correria o risco de duelar com um dos times da capital (Paraná ou Coritiba) logo na semi.

Mesmo assim, seria melhor para o J. Malucelli a punição do LEC, pois desta maneira terminaria na segunda colocação da primeira fase e teria mais chances de carregar a vantagem de atuar em casa nos jogos de volta dos duelos eliminatórios.

Toledo - Londrina absolvido

Para o Toledo, o melhor é a absolvição do Londrina. Desta forma, enfrentaria o J. Malucelli nas quartas de final enquanto, caso o Tubarão seja punido, enfrentará logo o Coritiba na primeira etapa do mata-mata. Além disso, com a absolvição do Londrina, o Toledo enfrentaria a dupla Atletiba somente em uma possível final.

Londrina - Absolvição

Pivô do Tapetão, o Tubarão é o principal interessado em recuperar definitivamente os seis pontos perdidos na disputa. Obviamente, para a equipe comandada por Cláudio Tencati o melhor é ser absolvido, terminar a primeira fase na liderança e acumular vantagens para o mata-mata. Além disso, em caso de absolvição, o Tubarão evita duelar com o Atlético logo nas quartas de final, enfrentando, ao invés vez disso, o Foz do Iguaçu.

PSTC - Londrina punido

Principal surpresa deste Estadual, o caçula PSTC também está de olho no tapetão. Sem punição ao Tubarão, enfrentaria o Paraná logo nas quartas de final, além do vencedor de Jotinha e Toledo nas semifinais. Já com punição ao Londrina, pegaria o Jotinha nas quartas de final – um confronto, em teoria, mais viável para o time de Cornélio Procópio.

Foz do Iguaçu - Londrina abolsvido

Oitavo colocado na primeira fase, com qualquer um dos resultados do Londrina nos tribunais, o Foz só enfrentará pedreiras até a final. Em caso de punição do Tubarão, enfrentaria o Paraná logo nas quartas, além do vencedor de Atlético e Londrina nas semifinais.

Já em caso de absolvição do Londrina, pegaria o próprio Tubarão nas oitavas, além do vencedor de Atlético ou Coritiba nas semifinais. Mesmo enfrentando somente adversários difíceis em qualquer um dos cenários, seria melhor para o Foz que o Londrina fosse absolvido, pois assim enfrentaria uma viagem mais curta nas quartas de final.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]