A CBF saberá apenas em julho, após sorteio, a ordem dos jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa-2018. | Rafael Ribeiro/CBF
A CBF saberá apenas em julho, após sorteio, a ordem dos jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa-2018.| Foto: Rafael Ribeiro/CBF

A Conmebol começará em outubro as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018 e, diferentemente das edições anteriores do torneio classificatório, a tabela será determinada em um sorteio realizado pela Fifa. Além disso, a disputa pelas vagas no Mundial da Rússia vai se encerrar em novembro de 2017, sendo realizado em sistema de todos contra todos em jogos de ida e volta.

Essas decisões foram aprovadas na reunião do comitê executivo do órgão gestor do futebol sul-americano. “Nesta ocasião, a Conmebol vai solicitar uma inovação à Fifa: que o calendário de partidas seja elaborado através de um sorteio a ser realizado em 25 de julho na cidade de São Petersburgo”, disse Nestor Benítez, porta-voz da Conmebol.

Nas Eliminatórias anteriores, os dirigentes sul-americanos definiram o calendário de partidas, que foi sucessivamente aprovado pela Fifa. Nos torneios classificatórios para os Mundiais de 2002, 2006 e 2010, por exemplo, o Brasil sempre estreou fora de casa diante da Colômbia e encerrou a sua participação diante da Venezuela em casa – a seleção não participou das Eliminatórias de 2014 por ser o país-sede da Copa.

Benítez lembrou que a América do Sul tem quatro vagas fixas para o Mundial da Rússia, com possibilidade de conquistar uma quinta mediante uma repescagem “que a Fifa ainda não definiu com qual confederação disputará”.

O Comitê Executivo da Conmebol acertou, também, a criação de um banco de dados dos jogadores de seleções através da análise do sangue e da urina a ser implementado a partir da Copa América, que começará em junho no Chile.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]