Na derrota por 3 a 2 para o Flamengo, neste domingo (16), o Coritiba lamentou os dois tempos desiguais que teve no Maracanã. Depois de começar apático em campo e com falhas na defesa no primeiro tempo, numa formação mais cautelosa com três volantes, o time acordou apenas na etapa final, quando mudou a formação com dois atacantes e três meias – Zé Love e Dudu entraram nos lugares de Sérgio Manoel e Gil – marcou os gols e chegou a pressionar os cariocas em busca do empate ao final do jogo. "No primeiro tempo nós controlamos mais o jogo, fizemos um jogo mais estudado, mas no segundo [com o placar adverso] foi inevitável se expor", analisou o técnico Marquinhos Santos, que na próxima rodada, contra o Vitória, no Barradão, não poderá contar com o zagueiro Leandro Almeida, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Em compensação, poderá contar com o zagueiro Welinton, que não atuou neste domingo devido a uma cláusula contratual – ele está emprestado pelo Flamengo ao Coritiba. "Bobeamos em alguns lances que não poderia, pois o Flamengo é uma equipe com qualidade. Acreditamos só no segundo tempo, no primeiro deixamos eles jogarem. Quando vimos que dava para buscar o resultado, já era tarde demais" lamentou o atacante Joel, autor dos dois gols alviverdes no jogo

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]