Nery Bareiro foi um dos três paraguaios contratados pelo Coxa em 2016. | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Nery Bareiro foi um dos três paraguaios contratados pelo Coxa em 2016.| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

Um entrave burocrático envolvendo o zagueiro Nery Bareiro, a equipe colombiana Junior Barranquilla, ex-clube do jogador, e um ex-empresário do atleta impediu que o defensor paraguaio fosse inscrito a tempo pelo Coritiba para disputa do Campeonato Paranaense.

As inscrições de atletas para o Estadual terminaram na última sexta-feira (11). Entre o Coxa e Bareiro a negociação estava encaminhada desde fevereiro, quando o zagueiro chegou para realizar testes físicos no CT da Graciosa. Foi aí que aconteceu o entrave. Cobrando uma dívida do Júnior Barranquilla, equipe que o jogador defendia antes de acertar com o Coxa, o ex-empresário do atleta pediu o embargo da transferência para o Alviverde junto à Federação Colombiana de Futebol.

A situação somente foi resolvida na segunda-feira (14), data em que a Federação Colombiana finalmente encaminhou a documentação necessária para a transferência do atleta.

Agora, com o problema entre as partes resolvido, a tendência é que Bareiro seja registrado pelo Coxa no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF nesta semana. Ele ficará à disposição do clube apenas para as disputas da Copa do Brasil e Brasileirão.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]