Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Os erros de marcação e passes foram determinantes para que escapasse das mãos do Atlético a vitória contra o Remo, na estreia da Copa do Brasil, o que irritou os atletas do elenco. Com vantagem no placar, o Furacão se descuidou em um lance aos 31 minutos do segundo tempo. Igor João subiu entre os zagueiros Gustavo e Lula para empatar o jogo e decretar o 1 a 1 no placar.

Para o atacante Douglas Coutinho, o time tem potencial para buscar melhores resultados, mas precisa saber vencer. “Não podemos admitir esses resultados. Precisamos manter a cabeça no lugar. Estamos pecando muito, dando lances bobos para o adversário. Temos de ter mais cautela para não sofrer”, criticou.

O meia Marcos Guilherme, que deixou o jogo contundido, já havia reclamado da displicência do time no intervalo da partida. Após o empate, ele se queixou dos problemas de marcação da equipe. “A gente estava com 1 a 0 no placar e era só segurar. Treinamos muito isso, a bola parada, e acabamos tomando um gol. É sempre assim”, lamentou o camisa 1.

O goleiro Weverton, capitão do time, também lamentou o erro da equipe na bola parada. “Determinante [a bola parada]. Eles chegaram bastante no segundo tempo, até pela necessidade da vitória. Fizemos um bom primeiro tempo, mas foi isso que decidiu”, disse.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]