Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Esportes
  3. Futebol
  4. Libertadores
  5. 2017
  6. Adversário do Atlético, Millonarios se considera o “Real Madrid da Colômbia”. Conheça

libertadores

Adversário do Atlético, Millonarios se considera o “Real Madrid da Colômbia”. Conheça

Equipe de Bogotá revelou Di Stéfano para o mundo e tem uma das torcidas mais apaixonadas e exigentes do continente

  • Daniel Zanella Especial para a Gazeta do Povo
Millonarios está no caminho do Atlético  na Libertadores. | Divulgação Millonarios
Millonarios está no caminho do Atlético na Libertadores. Divulgação Millonarios
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O Atlético enfrentará um adversário indigesto na Pré-Libertadores de 2017. O Millonarios tem muita tradição na Colômbia e é o segundo maior vencedor do país. As equipes se enfrentarão na segunda etapa preliminar da competição. O jogo de ida desta fase, em Curitiba, será no dia 31 de janeiro, 1º ou 2 de fevereiro. Já a partida de volta será realizada no dia 7, 8 ou 9 de fevereiro, em Bogotá. A Conmebol ainda não divulgou as datas oficiais.

LIBERTADORES 2017: veja como ficaram os confrontos da fase preliminar e os grupos

Conheça mais sobre o adversário rubro-negro.

História do clube

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2016/12/22/Esportes/Imagens/Cortadas/12.22 - estadio-kZi-ID000002-1024x681@GP-Web.jpg
Divulgação/Millonarios

O Millonarios Fútbol Club foi fundado em 18 de junho de 1946 e manda seus jogos no Nemesio Camacho, mais conhecido como El Campín – até o Santos de Pelé sucumbiu por lá na década de 1960. O estádio tem capacidade para 48 mil pessoas e está 2.640 metros acima do nível do mar. Em pouco mais de 70 anos de história, o clube de Bogotá viu passar por seu gramado craques como Mengalvio, Valderrama e, principalmente, Di Stéfano. O argentino jogou no clube entre 1949 e 1953, a era conhecida como El Dorado do futebol colombiano. Aliás, foi após a equipe golear o Real Madrid na Espanha, em 1952, que Di Stéfano, autor dos quatro gols do Millonarios, foi contratado pelo clube madridista.

LEIA MAIS: Autuori elogia futebol colombiano e vê “grau de dificuldade alto” na pré-Libertadores

Em entrevista a uma rede de rádios local, em outubro, o presidente Enrique Camacho rebateu críticas à sua equipe rememorando o feito. “Somos o Real Madrid da Colômbia”.

Currículo nacional

O Millonarios é o segundo maior vencedor do futebol colombiano, com 14 títulos nacionais – um a menos que o Atlético Nacional, atual campeão da Libertadores. O Millos foi também o primeiro tetracampeão colombiano (1961, 1962, 1963 e 1964) e detém quatro Copas da Colômbia (1953, 1963, 2011 e 2015). Ao lado de Santa Fe e Nacional, é um dos três grandes que nunca caíram para a Segunda Divisão.

Histórico na Libertadores

Primeiro clube colombiano a disputar a Libertadores, os embajadores disputarão o torneio pela 16.ª vez. Já foram quatro vezes semifinalistas (1960, 1973, 1974 e 1989). A última participação foi em 2013. O Millonarios também foi duas vezes semifinalista da Sul-Americana, em 2007 e 2012.

Apesar da projeção internacional e do sucesso caseiro, o Millonarios tem apenas um título continental, a Copa Merconorte, em 2001, e a conquista da Pequena Taça do Mundo de 1953, quadrangular disputado na Venezuela em que o clube de Bogotá bateu River Plate, Rapid Viena e Espanyol.

O clube garantiu vaga na Libertadores 2017 através da pontuação geral do Campeonato Colombiano, que conta os torneios Apertura e Clausura. Foi a quarta equipe com mais pontos na tabela geral.

Time sem técnico

Apesar da classificação para a Libertadores e de uma certa regularidade na temporada, a carência de títulos pressiona a diretoria, que ainda foi pega de surpresa com a saída inesperada do técnico Diego Cocca nesta quinta-feira (22), contratado pelo Racing, da Argentina. O treinador saiu no mesmo dia em que o clube anunciou a chegada de seis reforços: Juan Guillermo Domínguez, Felipe Banguero, Jhon Duque, Jair Palacios, Elíser Quiñones e Cristian Arango, meia que jogou no Valencia na temporada 2015-2016 e é a principal esperança da torcida para 2017.

O cara

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2016/12/22/Esportes/Imagens/Cortadas/12.22 - del valle-kZi-U201342691780lXC-1024x341@GP-Web.jpg

O destaque do clube na temporada foi Ayron del Valle, de 28 anos. O atacante marcou 12 gols em 23 partidas e foi o artilheiro do Clausura colombiano.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE