Fernando Diniz alertou para o jogo do Macaé: “O ataque é insinuante, mas nem por isso têm defesa desqualificada.” | Brunno Covello/Gazeta do Povo
Fernando Diniz alertou para o jogo do Macaé: “O ataque é insinuante, mas nem por isso têm defesa desqualificada.”| Foto: Brunno Covello/Gazeta do Povo

O Paraná viajou para o Rio de Janeiro sem a escalação definida, mas com uma ordem bem clara para o jogo desta terça-feira (21), contra o Macaé: ser agressivo. A postura vista na vitória por 4 a 1 sobre o ABC (14/7) é a que o técnico Fernando Diniz quer ver repetida, independentemente de quem substitua o volante Jean e o meia Rafael Costa, suspensos, além do volante Éder, machucado.

“O time ainda não está definido, mas postura é fácil: sempre jogamos da mesma maneira, dentro e fora de casa. Tendo campo e bola, vamos jogar de forma agressiva, tomando cuidado com a defesa”, disse o treinador.

Oitavo colocado com 21 pontos, o Macaé tem o melhor ataque (24 gols) e a segunda pior defesa (23 gols) da competição. A campanha do time fluminense tem duas vitórias por 4 a 2 (Oeste e Botafogo) e uma derrota por 5 a 2 (Bragantino), todas em seu estádio, o Moacyrzão.

“Eles demostram com números que o ataque é insinuante, mas nem por isso têm defesa desqualificada. O time é bastante coeso e bem treinador”, alerta Diniz.

O treinador paranista teve a primeira semana completa de trabalho no Tricolor. Além de acentuar o estilo de posse de bola e ofensividade que deseja ver no time, testou alternativas para a escalação. Titular em Natal, Jean deve ser substituído por Leandro Vilela. Com uma lesão na coxa, o volante Éder foi vetado. O caminho natural seria a entrada de Rafael Costa, como no intervalo do jogo contra o ABC. Como o meia está suspenso, a vaga deve ficar com Lucas Pará.

“Muito proveitosa [a semana de trabalho]. No futebol tem de se trabalhar para aumentar as chances de vencer. Isso não garante que você vai vencer, mas o trabalho foi bem realizado, jogadores aderiram bem à ideia do que a gente quer passar”.

Provável time do Paraná: Marcos; Ricardinho, Luiz Felipe, Luciano Castán e Rafael Carioca; Leandro Vilela, Washington e Lucas Pará; Danielzinho, Fernando Viana e Henrique.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]