Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Alisson terá o jovem Basso como terceiro companheiro de zaga em 2016, mas garante que entrosamento não será problema. | Giuliano Gomes/Gazeta do Povo
Alisson terá o jovem Basso como terceiro companheiro de zaga em 2016, mas garante que entrosamento não será problema.| Foto: Giuliano Gomes/Gazeta do Povo

Sete jogos, seis vitórias e liderança isolada, com 18 pontos, sete a mais do que os rivais Atlético e Coritiba. O sucesso do Paraná no Estadual é uma surpresa até mesmo para os jogadores da equipe. Quem admite que o Tricolor superou as próprias expectativas é o zagueiro Alisson Brand.

“Os resultados estão surpreendendo até nós mesmos. O time está bem, competitivo, resultado do trabalho do [técnico] Claudinei [Oliveira] e de um companheiro confiando no outro. Estamos em uma boa crescente para buscar o título”, diz acreditar o defensor, de 22 anos, revelado pelo clube.

A pedido da PM, Federação troca horário de Paraná e Cascavel para 11h

Leia a matéria completa

Alisson lembra que no começo existia uma interrogação de como seria a campanha paranista, mas aos poucos o time foi percebendo que poderia almejar grandes conquistas. “Ganhamos confiança com a vitória na estreia sobre o J. Malucelli (4 a 1). Depois, com os outros jogos, fomos pegando mais confiança e moral”, explica.

Depois de iniciar o campeonato ao lado de Luiz Felipe, que foi vendido ao Santos, e ter jogado os últimos três jogos com Zé Roberto, Alisson terá contra o Coritiba, no domingo (6), no Couto Pereira, o terceiro parceiro de zaga nesse Estadual. Sem Zé Roberto, expulso contra o Atlético, Basso deve ser o titular. Mas nem isso deve atrapalhar o líder da competição.

“O Claudinei vem fazendo mudanças constantes nos treinamentos, justamente porque sabe que teremos suspensões e lesões. Já treinei com o Basso, não vamos ter problemas ”, aposta Alisson.

TABELA: Veja a classificação do Paranaense

Feliz pelo sucesso até agora, o defensor já está focado no clássico com o Coxa, no próximo domingo (6), às 18h30. O jogador ressalta que a partida não será fácil, até por ser na casa do rival, mas prega que o Tricolor tenha a mesma determinação que teve contra o Atlético. “Os maus resultados dos últimos jogos do Coritiba não condizem com o elenco deles. Tem de ficar esperto porque é um time qualificado”, alerta.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]