Atacante Thiaguinho comemora o gol contra o Atlético-GO. | Felipe Rosa
Atacante Thiaguinho comemora o gol contra o Atlético-GO.| Foto: Felipe Rosa

O início da trajetória do atacante Thiaguinho, atualmente no Paraná, prometia rumos brilhantes para o futuro do jovem atleta. Grande esperança da base do Cruzeiro, presença certa nas convocações da seleção brasileira sub-17, artilheiro e melhor jogador do Campeonato Brasileiro sub-20, conduzindo a Raposa ao título da disputa, em 2010.

Na prática, porém, não foi bem assim. Foram poucas chances na equipe principal do time mineiro. Em seguida, o canhoto habilidoso ainda teve oportunidades em Goiás e Vasco. Não se firmou.

A partir daí, teve início o declínio: após passagem apagada pelo Guaratinguetá, em 2013, Thiaguinho foi parar no Metropolitano-SC, onde, segundo narra, conheceu os "espinhos da vida"."Convocações para a seleção, nove anos no Cruzeiro, depois contratado pelo Vasco. Até os 19 anos, minha vida foram só flores", conta Thiaguinho, hoje com 23 anos.

"Agora, estou conhecendo um pouco os espinhos da vida. Tive que dar um passo para trás, quando fui para o Metropolitano-SC, mas agora estou feliz de estar no Paraná. O time abriu as portas para mim", agradece o atleta, contratado pelo Tricolor já na reta final da Série B, em setembro, após a chegada do técnico Ricardinho.

A atuação na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-GO, na última terça-feira (11), pode ser considerada o ponto de virada na carreira da ex-promessa cruzeirense: após seis meses, Thiaguinho teve a chance de iniciar uma partida de futebol como titular. Além disso, o gol marcado e a boa atuação renderam elogios de torcedores e comissão técnica.

"Estive muito tempo parado, passei por situações difíceis nos últimos meses, mas as portas do Paraná se abriram pra mim", diz o jogador, que aproveita para elogiar o comandante Ricardinho. "Trabalhei com grandes nomes, como Cuca e Paulo Autuori. O Ricardinho é um tipo de treinador diferente, pois até pouco tempo estava em campo como jogador", explica o atleta, cujo contrato com o Paraná vai até dezembro. O assunto renovação, aliás, ainda não foi discutido com a diretoria.

Enquanto isso, a tendência é de que Thiaguinho tenha sequência na equipe titular paranista na partida contra o Icasa, na próxima terça-feira (18), em Juazeiro do Norte.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]