Henrique comemora gol da vitória do Paraná sobre o Luverdense. | Hugo Harada/Gazeta do Povo
Henrique comemora gol da vitória do Paraná sobre o Luverdense.| Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

O Paraná venceu o Luverdense por 1 a 0, na Vila Capanema, na noite de terça-feira (9), quebrou a série de cinco partidas sem vitória na Série B, deixou a zona de rebaixamento e, para completar, aliviou a pressão sobre o treinador Nedo Xavier. Após três derrotas seguidas, o comandante teve a demissão especulada nos bastidores em caso de novo revés.

Veja como está a classificação da Série B

O gol solitário, anotado pelo atacante Henrique (6/2º) deu confiança ao grupo paranista, que ocupa a 14.º colocação, com sete pontos, mas pode voltar para a ZR no complemento da rodada.

Agora ,o elenco tem dez dias de trabalho até o jogo contra o Mogi Mirim, no dia 19 de junho, no próprio Durival Britto.

O cenário no vestiário tricolor antes do duelo era sombrio, repetindo o clima que se abateu sobre o grupo durante a semana, com direito a treino fechado para a imprensa. “Necessitávamos desse resultado”, admitiu Nedo, depois da partida.

Confira como foi Paraná 1 x 0 Luverdense no lance a lance

“Antes do jogo, o vestiário estava tenso, os jogadores totalmente calados, com muita preocupação. O ser humano sente este tipo de situação”, desabafou o técnico, que efetuou três mudanças na equipe titular.

Ricardinho ganhou a vaga de Danilo Baia na lateral direita, Luiz Felipe venceu a disputa com Zé Roberto na defesa e o meia Marcos Paraná substituiu Rafael Costa no meio de campo. A atuação das novidades agradou Nedo, que garante que não se incomodou com os rumores de demissão em torno do seu nome.

“Fico chateado não pelas críticas, que foram merecidas. Mas é uma coisa natural para uma equipe em fase de montagem. Não me preocupo com meu emprego, não me apego. Tive até propostas de outros clubes e não saí. Fica a critério da diretoria, se acharem que o trabalho não serve , que tragam alguém melhor”, disparou o comandante, que segue aguardando reforços para a sequência da disputa.

“Temos ainda de trazer reforços pontuais para aumentar nosso leque de opções. Temos dez dias para nos fortalecer. Temos de aproveitar esse período pois temos uma sequência de jogos bons”, complementa o treinador.

O discurso atingiu o grupo. “Vamos voltar a brigar na ponta de cima”, promete o atacante Fernando Viana.

Craque

Henrique

Além dos dribles e boas jogadas, acertou um bom chute de fora da área, garantindo a vitória tricolor.

Bonde

Julio Terceiro

Não soube marcar, não representou perigo no meio de campo e foi substituído no início do segundo tempo.

Guerreiro

Marcos Paraná

Substituiu bem Rafael Costa, organizando o meio campo paranista.

Chave do jogo

O Tricolor fez o primeiro gol e soube segurar o resultado, apesar de muita pressão adversária.

Gol

2º Tempo

1 x 0 - 6 min.: Henrique recebe na esquerda, se movimenta para o meio e chuta de fora da área. Sem chances para o goleiro do Luverdense.

Cartões

Amarelos: Luiz Felipe e Jean (P); Julio Terceiro (Luverdense).

Próximos jogos

Paraná: Mogi Mirim (casa), Atlético-GO (fora) e Criciúma (casa).

Luverdense: Criciúma (casa), Bahia (fora) e Ceará (casa).

  • Henrique comemora seu gol contra o Luverdense.
  • Técnico Nedo Xavier nervoso com o tempo.
  • Eder lamenta chance desperdiçada pelo Paraná.
  • Luverdense para na barreira do Paraná na Vila Capanema.
  • Atacante Henrique tenta furar defesa do Luverdense.
  • Marcos Paraná ganhou oportunidade no time titular do Paraná contra o Luverdense.
  • Torcida do Luverdense, mesmo em pouco número, marcou presença na Vila Capanema,
  • Torcida paranista não anda empolgada com o time, mas esteve presente na Vila.
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]