i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
PATRIMÔNIO

Vereador aposta em projeto do Pinheirão para construir Arena Paratiba; veja vídeo

  • PorGazeta do Povo
  • 10/11/2015 20:24
Estádio seria levantado no terreno do Pinheirão. | Divulgação/
Estádio seria levantado no terreno do Pinheirão.| Foto: Divulgação/

Defensor da construção de uma arena para Coritiba e Paraná , o vereador Jorge Bernardi (Rede Sustentabilidade) apresentou um projeto para o empreendimento. É o mesmo que seria utilizado para transformar o Pinheirão em estádio da Copa do Mundo no Brasil.

VÍDEO: Veja imagens do projeto do Pinheirão que pode ser transformado em Arena Paratiba

Esboço do que seria a Arena Paratiba, com shopping center e hotel.Divulgação

A proposta foi criada em 2007, por iniciativa da Federação Paranaense de Futebol (FPF), na época presidida por Onaireves Moura. Acabou não saindo do papel com a escolha da Arena da Baixada, do Atlético, para receber os jogos do Mundial em Curitiba.

O complexo possuiria shopping center, estacionamentos, prédios de serviços e hotel e um estádio idealizado na oportunidade para 60 mil pessoas. Somente a praça esportiva, que seria erguida sobre a estrutura do Pinheirão, custaria atualmente cerca de R$ 350 milhões.

Montante que, de acordo com Bernardi, deveria ser bancado pelo poder público, com recursos de potencial construtivo. “Há um sentimento de que deve haver uma paridade, já que o Atlético foi beneficiado com a Copa. Precisamos defender os três clubes da capital”, afirma o vereador.

Vereador Jorge Bernardi propõe que prefeitura libere R$ 400 milhões em potencial construtivo para a obra.Hugo Harada/Gazeta do Povo

Em fevereiro, Bernardi propôs na Câmara de Vereadores que o município oferecesse à dupla Paratiba o mesmo direito ao uso de potencial construtivo concedido ao Furacão. Coritiba e Paraná seriam beneficiados, juntos, com aproximadamente R$ 400 milhões, em valores atualizados.

Para erguer a nova Baixada para a Copa, o Rubro-Negro contou com cerca de R$ 158,9 milhões da prefeitura de Curitiba em cotas de potencial construtivo. Na última atualização do município, no final de outubro, o clube já havia recebido R$ 20.997.000. O valor final da Arena ficou em R$ 342,6 milhões.

“Não é um dinheiro que vai sair do orçamento da cidade. É uma moeda virtual. Sei que é um momento complicado. Mas tenho a simpatia de vereadores que torcem para Coritiba e Paraná e no ano que vem vamos procurar uma iniciativa popular”, comenta Bernardi, que é conselheiro do Tricolor.

Arena Coritiba

Veja a animação com os detalhes do projeto da arena idealizada para o Coritiba.

+ VÍDEOS

Tanto Paraná quanto Coritiba não estão envolvidos com o projeto apresentado pelo vereador. O Coxa estuda a construção de um novo estádio, que é defendido dentro do conselho deliberativo e pelo vice-presidente Alceni Guerra.

O projeto para abrigar o Mundial no Tarumã foi criado pelo escritório de arquitetura Doria, Lopes e Fiuza, autor da reforma da Vila Capanema e do Shopping Estação. “É um complexo que é autossustentável com os empreendimentos comerciais. Mas precisaríamos revisar”, comenta o arquiteto Waldeny Fiuza.

Também em 2007 Fiuza elaborou outro estádio para o Coritiba, encomenda do então presidente do Alviverde, Giovani Gionédis. A praça esportiva que substituiria o Couto Pereira seria construída no terreno do Pinheirão, que seria demolido. “Neste caso seria algo nos moldes das arenas”, comenta o arquiteto.

O Pinheirão foi arrematado em 2012 por R$ 57,5 milhões pelo empresário João Destro, de Cascavel. Até hoje Destro não conseguiu viabilizar um novo empreendimento para ocupar a área com frente para Av. Victor Ferreira do Amaral. O estádio está fechado desde 2007.

Arena Paratiba

Veja a animação com os detalhes do projeto para transformar o Pinheirão em uma arena para Coritiba e Paraná.

+ VÍDEOS

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.